Voluntários se unem para limpar as praias de Prado atingidas pelas manchas de óleo


Voluntários e funcionários se mobilizam para ajudar a limpar as praias de Prado. O trabalho de retirada das manchas de óleo, feito manualmente durante a manhã desta segunda-feira (04), por dezenas de moradores, se repetiu ao longo da tarde.

A convocação dos voluntários foi feita pelas redes sociais e foi crescendo até formar um mutirão. E isso vem fazendo toda a diferença na vida real: as praias que amanheceram completamente sujas, no começo da tarde já estavam bem mais limpas.

No dia 20 de outubro, o material havia aparecido no município de Prado, em forma de pequenos fragmentos. No ultimo domingo (03), uma grande mancha de óleo tomou conta da praia da lagoa grande, a região é conhecida por ser um dos cartões postais da cidade.

Ainda no domingo, dezenas de voluntários se reuniram para retirar o óleo da areia. A Prefeitura de Prado informou que, por medidas de segurança, o local de descarte do óleo coletado nas praias da cidade está sendo o galpão da Secretaria de Obras, na Avenida Itamaraju, ao lado da Câmara Municipal.

O município está em alerta caso apareça novas manchas de óleo no litoral pradense.

As manchas de óleo começaram a chegar à Bahia em 3 de outubro, quase um mês após o início do problema no país. Até esta segunda-feira, 28 cidades baianas e o Parque Nacional de Abrolhos foram atingidos. O Governo do Estado decretou situação de emergência.

Fragmentos de óleo foram detectados em Abrolhos – berço de baleias-jubarte e de espécies raras de corais foram confirmados pela Marinha no dia 2 de novembro. Por causa disso, a visitação a Abrolhos foi suspensa por três dias.