Vereador Brenio Pires solicita investigação nas concessões de uso dos quiosques das praças de Alimentação e de Eventos


Depois de provocados pelos mototaxistas sobre a liberação de novos alvarás, os vereadores do município do Prado também se atentaram para a falta de uso, a venda e a sublocação de quiosques liberados pelo município.

Durante a sessão realizada na manhã desta terça-feira (10), muitos deles solicitaram ao poder executivo a cópia dos contratos e comodato dos quiosques da Praça de Alimentação e da Praça de eventos.

Mais incisivo, o vereador Brênio Pires disse que é preciso apurar quem de fato está trabalhando. “São muitas famílias precisando de oportunidades para trabalhar, enquanto temos pessoas com o direito de uso e fazendo negócio, seja através da venda direta, seja através da locação. Precisa acabar com isso. Nosso pedido é que oficiar o município à solicitar de quem não está trabalhando que reabra as portas, no prazo máximo de 90 dias, ou que perca o direito e passe para quem quer realmente trabalhar”, solicitou.

Por ASCOM