‘Tiraram presidenta que teve 54 mi de votos para botar alguém que teve 53 mil’, critica Rui


O governador Rui Costa não hesitou em demonstrar seu descontentamento com os rumos da política brasileira. Durante inauguração de um viaduto na Avenida Paralela, nesta terça-feira (11), o petista disse que o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), não possui legitimidade para presidir o Brasil. É que, em caso de aprovação da denúncia contra o presidente Michel Temer, o peemedebista seria afastado.

O primeiro na linha sucessória é o presidente da Câmara. “Precisamos acordar. O Brasil não vai sair dessa crise se não der legitimidade a quem conduz o país, porque tiraram a ‘presidenta’ que teve 54 milhões de votos, pra agora botar alguém que teve 53 mil votos. Não consigo enxergar como legítimo, natural. É muito triste”, lamentou. O governador ainda comparou o desempenho de Maia ao de deputados baianos.

“Se uma pessoa dessa tivesse disputado na Bahia para deputado federal, teria perdido, porque nenhum deputado baiano se elegeu com 53 mil votos”, acrescentou. Rui disse que o relatório apresentado nesta segunda (10) por Sergio Zveiter (PMDB-RJ) na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) é no sentido de que as coisas devem ser apuradas, mas ele se preocupa com as consequências disso para o Brasil.

Com informações Bahianoticias