Prefeitura realiza Audiência Pública e, junto com a comunidade, aprova conteúdo final do Plano Municipal de Saneamento Básico de Alcobaça


A noite da última quinta-feira (24/4) foi o começo de um dia histórico para a cidade de Alcobaça. Isso porque foi apresentado e validado – em audiência pública, na presença de representantes do Comitê de Coordenação, Comitê Executivo, representantes dos poderes Executivo, Legislativo, prestadores de serviço e da comunidade – o conteúdo final do Plano Municipal de Saneamento Básico de Alcobaça.

IMG_8818

O plano – elaborado de forma participativa graças a uma parceria da prefeitura de Alcobaça, Instituto Votorantim, Fibria e BNDES – mostrou através de estudos a situação do município nas questões envolvendo água potável, esgoto, lixo e destino das águas da pelos próximos 20 anos.

O estudo mostra a necessidade real de uma solução para as questões envolvendo a água, lixo e esgoto. Isso porque, de acordo com os cálculos da Interação Urbana, a cidade de Alcobaça sofrerá um aumento significativo no número de habitantes nos próximos anos. 

1(1085)

A projeção é que a população, que em 2014 é de 21.397 habitantes, suba para 22.415 até 2017 e chegue a 25.339 moradores entre 2022 e 2033. Em outras palavras, esses números dizem que a cidade necessita refletir sobre o tema saneamento e ter como prioridade a execução de um projeto de esgotamento sanitário, e tratamento de lixo para atender a população de forma satisfatória.

3(172)

Abrangendo a sede e as 31 comunidades rurais que compõem o município, o plano permitirá a elaboração de um projeto bem fundamentado para ser apresentado ao governo federal. Liberados os recursos para a execução da obra, a projeção das metas mostra que a prefeitura de Alcobaça pode concluir todo o esgotamento sanitário da cidade em até 8 anos.

Para o prefeito Bernardo Olívio, o Plano é importante pois trará benefícios para a população a longo prazo.

IMG_8830

“Sabemos que muitas políticas públicas são ignoradas por não trazerem resultados imediatos. No entanto, como filho de Alcobaça, quero trabalhar projetos que tragam benefícios de longo prazo para a comunidade. Dando esse ponta pé inicial para a implantação de um sistema eficiente de esgotamento sanitário e tratamento de água, estaremos colaborando com o meio ambiente e melhoraremos a saúde da nossa população. Não só pelos próximos 20 anos, mas para toda a vida”, afirmou o prefeito Bernardo Olívio.

2(400)

Após a aprovação do conteúdo do plano em audiência pública, o Plano Municipal de Saneamento Básico segue agora para Câmara Municipal para aprovação do Legislativo.

Aprovado o plano, a cidade de Alcobaça se torna uma das primeiras cidades do Brasil a possuir o Plano Municipal de Saneamento Básico podendo, assim, ser também uma das primeiras a conseguir recursos para a implantação do projeto no município.

Por ASCOM – ALCOBAÇA

Os comentários estão desativados.