Prefeitura do Prado, retira barreiras físicas e sanitárias do Guarani e da ponte sobre o Rio Jucuruçú


A prefeita do Prado, mandou retirar as barreiras físicas e sanitárias que estavam instaladas no distrito do Guarani e na ponte que dar acesso ou município. O comunicado foi feito através do aplicativo whatsapp com as seguintes palavras. “Bom dia, pedi ao secretário para manter a de “Cunuruxatiba”. Em Prado por se tratar de Ba muito transitada, a polícia rodoviária estadual nos orientou que o bloqueio total não é permitido. Sendo assim orientei a equipe que deveriam atuar no sentido de triar e orientar, com o foco em evitar entrada de pessoas com interesse em turismo. Porém estavam sendo impedidos de entrarem, prestadores de serviços diversos e causando muitos transtornos. Suspendemos a barreira até que a equipe esteja preparada, instruída e apta a atuar”.

A prefeitura chegou a contratar uma equipe de bombeiros civis para atuar nas barreiras, no valor de R$ 14.000,00 (quatorze mil reais). A contratação dessa empresa foi divulgado no Diário Oficial na ultima sexta-feira (15). A contratação teria vigência até o dia 14/06/2020. 

“Ai eu pergunto!!! E a equipe de bombeiros civil que foi contratado no valor de 14 mil reais aqui no Guarani e só trabalharam dois dias, vai levar o nosso dinheiro assim numa boa???”, perguntou um morador do Guarani, revoltado com a situação.

Ontem, dia 17 de maio, a Prefeitura do Prado divulgou um novo boletim Epidemiológico, onde mostra mais 2 (dois) casos que testou positivo para o novo Coronvirus (COVID-19). Outras 4 (quatro) pessoas aguardam o resultado do exame enviado para LACEN (Laboratório Central de Saúde Pública), 23 (vinte e três) pessoas estão em monitoramento, 20 (vinte) casos foram descartados e 4 (quatro) casos foram recuperados.

Os comentários estão desativados.