Prado: Prestadores do serviço de transporte escolar param por falta de pagamento


Motoristas que prestam serviço à Secretaria de Educação de Prado, por meio da empresa terceirizada Mais Bahia, estão paralisando as atividades. Os mesmos alegam que estão sem receber seus salários.

Segundo o vereador Odilei Mattos, nesta quinta-feira (19), os ônibus dos Assentamentos Fábio Henrique, Rosa do Prado e outras localidades não transportaram os alunos para as escolas.

“Essa não é a primeira vez que eles suspendem as atividades por falta de pagamento dos repasses. Sem receber pelo trabalho que realizam diariamente, não há sequer dinheiro para a despesa com combustível e outras que são fundamentais para a prestação do serviço. Alguns afirmaram que estão passando necessidade e as contas então atrasadas”, disse Odilei Mattos.

Ainda de acordo com o vereador, o transporte escolar do Prado é dividido em três empresas são elas; Monte Santo e Batista (essas duas estão em dias com os prestadores) e Mais Bahia.