Prado: Brasil e Barra do Cahy mais de 500 anos de história


Barra do Cahy – Prado – Bahia – Brasil

Dom Manuel (EL Rei de Portugal), começou a governar Portugal a partir de 25 de outubro de 1495. Ele foi o único a subir ao trono sem ser parente em primeiro grau ou descendente do antecessor. Acreditamos que por isso, ele era conhecido como “O Afortunado”. Seu reinado durou 25 anos, o governo dele foi considerado como regime absolutista, no qual apenas uma pessoa podia exercer poderes absolutos ou ter amplos poderes. No caso; somente ele mandava.

Com a intenção de expandir o comércio, abrir divisas e gerar riqueza para Portugal, o Rei deu prosseguimento às explorações portuguesas iniciadas pelos seus antecessores, o que levou ao caminho marítimo das Índias, do Brasil e das ambicionadas “ilhas das especiarias”, as Molucas, determinantes para a expansão do império português. Dom Manuel foi o primeiro rei a assumir o título de Senhor do Comércio, da Conquista e da Navegação da Arábia, Pérsia. A maioria dos historiadores cita o fato de ter acontecido um erro de navegação da expedição de Pedro Álvares Cabral, referente à viagem para as Índias, e tal erro acabou levando essa esquadra para o “descobrimento” do Brasil.

Acontece que existem relatos de que em 1498, quando Pacheco Pereira, a serviço de D. Manuel I, teria confirmado a existência das terras brasileiras, fato que motivou os expedicionários saírem em viagem. No dia 09 de março de 1500, cerca de 1400 homens, entre marinheiros, técnicos em navegação, escrivãos, cozinheiros, ajudantes e padres (até os padres vieram na comitiva), chegaram ao litoral do sul da Bahia, exatamente (segundo descrição na Carta Náutica de Pero Vaz de Caminha e situação geográfica) na Barra do Cahy, Prado – BA. Esse é o ponto exato que o Monte Pascoal foi e pode ser avistado a mais de 500 anos passados, desde esse relato oficial. E quem tiver dúvidas, venha ao município de Prado e façam esse passeio histórico, seguindo as coordenadas descritas.

Nessa missão de conhecimento de território, ao chegar aqui, seus tripulantes mantiveram contato com os nativos, “homens e mulheres pardos, nus, com os corpos pintados, penachos”… Eles ficaram entusiasmados e logo trataram de escrever ao Rei de Portugal para contar tudo que existia por aqui, do povo que habitava essa terra até as suas riquezas. Então, estabeleceram essa terra como uma colônia de exploração de Portugal. Daí pra frente foram muitas explorações da Coroa portuguesa.

O Brasil Renasce onde Nasce é o título dado em 1994, a um livro de criação  do Museu Aberto do Descobrimento – MADE, o livro tem capa dura, mede 31,5 x31,5cm e 240 páginas de pura emoção histórica, do autor Roberto Costa Pinho. A seguir pequeno trecho de um dos parágrafos: – “No próprio lugar onde ocorreu o primeiro contato entre povos que viriam a fundir-se com outros povos para formar a nação que somos agora…. passados quase 500 anos, a paisagem do descobrimento permanece praticamente igual à que foi descrito por Pero Vaz de Caminha na sua célebre carta ao rei Dom Manuel.” (trechos extraídos da apresentação), o livro também apresenta outros textos de diferentes autores, tais como Arnaldo Jabor e Antonio Risério.

O município do Prado, através da Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Esporte, da Secretaria Municipal de Educação, associações, ONGS, comunidade de um modo geral, têm se manifestado para juntos reformular e ampliar essa imagem de Descobrimento, para contemplar a veracidade dos fatos históricos, baseados em documentos do passado. Não se trata de destruir ou negar o que deveras foi construído, mas inserir esses fatos nessa história, validar toda a verdade, torná-la pública, notória e discutível. Todos objetivam o reconhecimento, não se trata de dinheiro, nem de rasgar os artigos escritos baseados no ponto de vista daqueles que os criaram, mas justificar a importância da realidade a ser exposta e discutida entre todos que se proponham a isso, sobre esse momento de conhecimento que se deu aqui no sul da Bahia, a mais de 518 anos, na Barra do Cahy, a Primeira Praia do Brasil, que está nas terras do município de Prado.

A Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Esporte, realizou nos dias 24 e 25 de maio de 2017 um Simpósio com a participação de diversos segmentos da sociedade brasileira, com temas propícios ao Projeto Descobriu visando o reconhecimento de que foi no Prado, na  Barra do Cahy, o 1º encontro entre os portugueses e os indígenas que habitavam esse solo anterior a 1500, que esses fatos sejam notórios a todos e divulgado.

Por Rita de Cássia Abrantes | Prado Notícia

Jornalista DRT-BA0357

Inspirado e baseado em relatos históricos