Polícia prende ex-policial com moto roubada e “Acássio” com motores e chassi raspado


Teixeira de Freitas: Na tarde desta quarta-feira, 31 de janeiro, policiais militares da 87ª CIPM, abordaram um suspeito na Rua Jânio Quadros, no Centro de Teixeira de Freitas. O mesmo era acusado de ter furtado uma motocicleta Honda/CG 125 Fan. Questionado sobre o crime, o acusado confirmou o furto e relatou que o veículo estaria na Rua Cafezal, no Bairro Colina Verde. Os militares foram até o local e confirmaram o fato, localizando a motocicleta. O acusado foi identificado como sendo o ex-policial militar Paulo Sérgio Carmo Pereira, 43 anos de idade, que segundo informações foi expulso da Polícia Militar por motivos ainda não revelados.

Paulo Sérgio afirmou aos policiais que a motocicleta furtada seria levada para a loja de “Acássio”, onde algumas peças seriam usada no reparo de outra moto, e o restante das peças seria vendida. Os militares solicitaram apoio e foram até a loja de “Acássio”, a fim de confirmar as informações passadas pelo ex-policial. Ao chegarem no local, os militares encontraram “Acássio” e indagou o mesmo sobre a prática relatada por Paulo Sérgio.

Diante da suspeita, os militares fizeram buscas no local e encontraram 03 motores e 03 chassis suspeitos, sendo que 02 motores estavam com a numeração suprimida (raspada) e o outro com o número C41e2b523121 apresentava restrição de furto/roubo. 01 chassi estava raspado, e os outros 02 de números 9C2NC49120ER011787, pertencente a uma Honda/CB 300, placa policial OWU 7384 e 9C2JBB2320DR006063, pertencente a uma Honda/Bros, placa policial OLE 1281, ambas com restrição de furto/roubo.

Segundo os militares algumas das peças estavam em prateleiras, para serem comercializadas, e diante do fatos detiveram José Cássio Alves de Barros, o Acássio, 45 anos de idade. Os motores, os chassis, Paulo Sérgio e José Cássio foram apresentados na sede da 8ª COORPIN, onde o caso foi registrado e apresentado à delegada plantonista, Rina Andrade. A delegada recebeu o caso e ouviu os militares acerca da ação. Logo após, a delegada ouviu Paulo Sérgio, que confirmou a versão dos militares e foi flagranteado por furto (artigo 155).

Já Na noite desta quarta-feira, a delegada ouviu Acássio. Segundo a delegada, José Cássio foi flagranteado por receptação (artigo 180). Foi arbitrada fiança e a defesa de José Cássio conseguiu o pagamento e o mesmo irá responder pelo crime em liberdade. Já Paulo Sérgio continua preso na carceragem da Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas. Segundo o advogado de José Cássio, o mesmo possui documentação dos motores e dos chassis, comprados em leilão. O mesmo afirmou que o cliente não possui nenhum envolvimento e nem negociação com o ex-policial.

Os motores e chassis serão encaminhados para a perícia e o caso será investigado pela Polícia Civil. José Cássio [Acássio] já possui passagem na Delegacia Territorial por crimes semelhantes, mas, em todos ele alega inocência.

Por LiberdadeNews