Homem morre após confronto com a polícia em Prado


Durante a noite de ontem quarta-feira (04), policiais do PETO da 88ª CIPM estavam em ronda ostensiva na cidade do Prado, quando receberam informações de que um suspeito estaria realizando o tráfico de drogas no Bairro São Braz, e que estaria armado. Os militares, ao ter conhecimento do fato, solicitou apoio a uma guarnição da CIPE/CAEMA, que também estaria na referida cidade em ronda, para que pudesse realizar a diligência.

Ao chegarem na Rua Pedro Lago, no Bairro acima citado, se depararam com o suspeito denunciado, que ao receber ordem de abordagem, desferiu dois disparos contra as guarnições, e correu para dentro de uma residência.

Os PMs realizaram um cerco em torno do imóvel, e adentraram, quando houve uma intensa troca de tiros, sendo que os policiais responderam à injusta agressão, porém, o suspeito conseguiu sair pelos fundos da casa, adentrando em um terreno baldio nas imediações. Os policiais, ao fazerem buscas, encontraram o suspeito caído, e com um revólver ao seu lado. Os militares realizaram o socorro do suspeito para a Unidade de Pronto Atendimento – UPA, onde o mesmo veio a óbito.

O acusado foi identificado como sendo, Márcio da Silva Miruaba. Com ele foram encontrados, 01 revolver calibre .38 n° de série VJ52207, com 04 cartuchos deflagrados, e um intacto, e outros dois cartuchos do mesmo calibre no bolso; 89 pedras de uma substância tipo crack, prontas para comercialização, e uma pedra bruta da mesma substância, pesando 62 gramas, além de materiais para embalagem; e dois aparelhos celulares. Os referidos materiais foram apreendidos e apresentados na sede da 8ª COORPIN, para o delegado plantonista, Charlton Bortolini.

O delegado registrou ocorrido, e solicitou a remoção do corpo para o IML da cidade de Itamaraju, onde passará por necropsia, e posteriormente será liberado aos familiares para procedimentos de velório e sepultamento. O acusado já teria passagem pelo crime de tráfico de drogas, e teria sido preso no mês de setembro de 2016, por força de mandado de prisão, sendo que na ocasião, o mesmo teria trocado tiros com Policiais Civis.

Na ocasião, os investigadores apreenderam uma pistola calibre 380, a qual ele teria usado para atirar contra os policiais, quando ele foi atingido na perna, levado para atendimento médico, e preso posteriormente. Na época ele era apontado pelas investigações policiais, como um líder de um grupo que vinha aterrorizado a cidade do Prado, e sendo de alta periculosidade.

Fonte Cloves Neto / Liberdadenews