Grupo socorre moradores de rua de Teixeira de Freitas com agasalho e sopa


No frio, a vida é ainda mais dura para os moradores de rua. A noite cai, a fome aperta, o vento machuca. A boa notícia, se for terça-feira, é a probabilidade de ouvir uma voz soando de dentro de um carro: “Você quer uma sopa?”

Um grupo de amigos e fiéis da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Ministério de Madureira, localizada na rua Dom Manoel n 176, em Teixeira de Freitas, deu origem ao Projeto Evangelismo de Rua. Desde então, duas vez por mês, eles seguem o mesmo roteiro. Cada um chega com o que arrecadou: roupa, cobertor, sapato… Sem faltar a panela de sopa e o pão fresquinho. O grupo se ajeita nos carros disponíveis e sai pela cidade distribuindo as doações.

“Tem dias que a entrega é rápida, quando tem muita gente na rua. Às vezes, por conta do frio ou da chuva, eles ficam mais escondidos e temos que sair procurando”, diz Joabe Ferreira. Ele acrescenta que às vezes os moradores de rua recusam ajuda. “‘Já comi hoje. Pode oferecer para outra pessoa que esteja precisando’, dizem”.

O mesmo acontece com os cobertores. O grupo já não pergunta mais o que levou a pessoa àquela situação. “Cada caso é um caso. Estamos fazendo esse trabalho pelas ruas de Teixeira de Freitas e tem gente que está na rua esquecido pela sociedade há muito tempo, vivendo no mesmo lugar.”

O Projeto Evangelismo de Rua, conta que a aproximação é sempre feita com respeito. “Já me perguntaram: ‘Você vai entregar comida para morador de rua? E se ele for drogado?’ Nós não nos importamos. Estamos ali para levar um pouco de conforto a quem está precisando e também falar da palavra de Deus. Essa é a nossa parte. E fazemos isso com satisfação.”