Governo Temer retém recursos para reconstrução de Lajedinho, afirma Otto Alencar


15/01/2013- Governador em Exercício Otto Alencar recebe visita do lutador de MMA Júnio Cigano.
Na foto: Govrnador em Exercío Otto Alencar
Fotos Carla Ornelas/GovBa

Quatro anos após a tragédia que devastou a cidade de Lajedinho, o trabalho de reconstrução ainda caminha a passos lentos. Nesta segunda-feira (4), durante entrevista à rádio Sociedade AM em Salvador, o senador Otto Alencar (PSD) afirmou que o governo Michel Temer vem retendo recursos que seriam destinados a construção de equipamentos considerados importantes para o município.

De acordo com o congressista, dentre as principais obras iniciadas, um conjunto habitacional com 220 casas já está concluído. “Fizemos um projeto, levamos para o Ministério da Integração , no setor da defesa civil, para reconstruir a cidade. Esse projeto foi aprovado e consistia, inclusive, em construir uma prefeitura na parte alta, o infocentro, a farmácia popular, conselho tutelar, biblioteca, mercado municipal, 220 casas pelo Minha Casa Minha Vida, estas casas já estão prontas. Tinha também que fazer um canal através do Ministério da Integração Nacional para drenagem”, elencou o senador.

“Com a presidente Dilma, assim que o projeto foi aprovado, foi liberado R$ 1,6 milhão em 2014. As contas foram prestadas pela Conder, porque o então prefeito Antônio Mário não quis um real na conta dele, quis que o governo federal transferisse diretamente para o estado, que faria as obras. Foi repassado R$ 1,6 milhão em 2014, foi prestado conta e depois que o Michel Temer assumiu, não foi liberado um real. Estão lá duas parcelas de R$ 1,280 milhão. Já pedi, já fui ao ministério, mas eles não passam o dinheiro porque o prefeito lá é oposição, é do PSD, ligado a nós”, denunciou.