COVID-19: Reabertura do turismo em Prado, no extremo sul da Bahia divide opiniões


Decreto Municipal que determina abertura parcial do Turismo em Prado divide opiniões.

Enquanto alguns empresários e trabalhadores comemoram a volta parcial das atividades turísticas, moradores e até mesmo pessoas de cidades vizinhas tem usado as redes sociais para protestar sobre a abertura parcial do turismo.

A partir do dia 01 de julho, entra em vigor o Decreto nº 095/2020, que determina a reabertura e retomada gradual das atividades e operações em hotéis, pousadas, alugueis de temporada no município de Prado.

Mesmo com uma série de regras de segurança impostas, moradores manifestaram repúdio à decisão da prefeita Mayra Brito. Os contrários à flexibilização denunciam a falta de condições sanitárias do município para cuidar de pacientes com suspeita do novo coronavírus. Por outro lado, apoiadores da volta às atividades defendem a retomada com cautela.

“Achei um absurdo!! Isso tudo por causa da temporada das Baleias Jubarte, infelizmente a ganância de alguns vai colocar em risco milhares”, disse Ana Paula.

“Infelizmente , vai colocar a população de Prado em risco , mesmo com todas as medidas de segurança … Se essa pandemia se alastrar pelo município infelizmente muita gente irá morrer sem atendimento”, disse Igor Souza.

“Bom as atividades precisam voltar. Com os devidos cuidados”, disse Walkiria Barbosa.

“Sei lá… Bora ver! Toca o barco e ajusta as velas…”, disse Rogério Justino.

A temporada de observação das baleias está aberta na Bahia entre os meses de julho a outubro. Os animais que podem chegar a 16 metros de comprimento e pesar 40 toneladas, estarão nesse período no litoral pradense.

A reabertura do turismo é esperada com muita ansiedade por quem vive diretamente do setor e por todos os outros impactados indiretamente pela atividade.

Os passeios turísticos vão depender de regulamentação dos protocolos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Ministério do Turismo (MTur) e Secretária Municipal de Turismo.

Atualmente Prado tem 71 casos confirmados de COVID-19, 160 casos em monitoramentos, 02 mortes e 37 casos de pessoas que foram recuperadas. Mesmo com esses números, vão poder reabrir as portas, desde que adotem medidas necessárias para evitar ainda mais o contágio e a propagação do novo coronavírus.