Com confusão, Jorginho do Guarani é reeleito presidente da Câmara de Prado


O nome do presidente foi escolhido durante uma votação. Antes mesmo disso, a sessão foi recheada de embates

A votação para a presidência da Câmara Municipal de Prado foi marcada por troca de acusações, diversas suspensões da sessão e até mesmo pedido de anulação da reunião.

Em meio a esse cenário conturbado, o vereador Diógenes Ferreira Loures (PSL), o “Jorginho do Guarani”, foi reeleito para o cargo com 07 votos. Ele será presidente do biênio de 2019 e 2020. O vereador Dr. Anderson (PSL) angariou apenas três votos.

O nome do presidente foi escolhido durante a sessão realizada nesta terça-feira (24). Antes mesmo disso, a sessão foi recheada de embates, entre os parlamentares. O vereador Robertinho (PP), acusou que a votação, na quele momento, seria uma espécie de armação para manter o nome de Jorginho na presidência, após a confusão Robertinho foi embora do local antes mesmo que a votação fosse iniciada.

Mesmo com os embates a eleição foi iniciada. O vereador Odilei Matos (DEM) foi eleito vice-presidente; Augusto Barreto (PP) foi escolhido como 1º secretário e Professora Bruna como 2º secretária.

Veja a Votação: 

Votaram em Jorginho do Guarani; Professor Boloca, Luciana da LookGás, Odilei Matos, Professora Bruna, Augusto Barreto e Robério Barros.

Votaram em Dr. Anderson; Professor Hilton e Brenio Pires.