Nova ambulância já esta a serviço da comunidade Pradense


A Secretária Municipal de Saúde já conta com a nova ambulância para os serviços à comunidade. A ambulância vem somar-se as já existentes na prestação da assistência aos pacientes, fortalecendo a frota disponível.

DSC_6850

A nova ambulância, foi indicações do parlamentar Edson dos Santos, o ‘Moreia, apoiado por outros vereadores que dão sustentação ao governo municipal, na Câmara de Vereadores do Prado e obtida através de emendas apresentadas pelo Deputado Estadual Mário Negromonte Júnior.

A nova ambulância faz parte de uma série de melhorias para saúde. “Estamos implantando melhorias para a população que agora conta com mais uma ferramenta importante para garantir, muitas vezes, o atendimento necessário que pode salvar vidas, mais melhorias estão por vir ”, frisou a Prefeita Mayra Brito.

DSC_6849

 O veículo auxilia na estabilização do paciente, enquanto ele é transferido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas ou o Hospital do Prado.

Por ASCOM | PRADO

Equipe da UBS 04 de Guarani realiza palestras para mães e gestantes‏


A Prefeitura de Prado em parceria com a Secretária Municipal de Saúde promoveu nesta sexta-feira, 25, na UBS 04 em Guarani uma palestra para gestantes e lactantes.

1150164_570151646420685_7742622817796780536_n

Ministradas por uma equipe formada por Enfermeiro e Agentes comunitários, as palestras abordam temas que envolvem assuntos relacionados à gravidez, pós-parto, importância do pré-natal, imunização, alimentação, higiene bucal, aleitamento materno e primeiros cuidados com o bebê.

De acordo com o enfermeiro, Lucas Barreto, as gestantes receberam material de autocuidado e orientações, destacando a importância do pré-natal, aleitamento materno e ensinamento de técnicas no pré-parto e pós-parto, ” Esses cuidados  proporciona a gestante bem-estar, praticidade e conforto durante essas etapas, sem contar que isso otimiza significativamente a qualidade do crescimento e desenvolvimento do recém-nascido”, disse.

10458876_570165226419327_6802348340991963021_n

Lucas Barreto ainda destacou a importância do trabalho das agentes de saúde que são ligação entre as mães e as gestantes com os programas de saúde pública. No encerramento, houve sorteio de brindes doados pela Prefeitura, comerciantes e pela Dr. Lucélia Andrade, como: fraldas descartáveis, roupas, enxovais e perfumes infantis para as participantes e foi oferecido lanche de confraternização.

Uma média de 16 gestantes são atendidas mensalmente na UBS 04 de Guarani. Com estas informações dadas, as gestantes desmistificaram várias dúvidas e vão poder aderir corretamente com atitudes que só farão o bem para os seus filhos.

Por Prado Notícia

Prado: Cumuruxatiba receberá ambulância nova


O distrito de Cumuruxatiba receberá  uma nova ambulância básica do Governo da Bahia. Prado foi uma das cidades contempladas pelo equipamento, que será entregue nos próximos dias.

1-DSC_1499-Cópia
Foto Reprodução

A doação da ambulância básicas para o município de Prado faz parte de uma emenda parlamentar para dar melhores condições para o atendimento à população pradense. Segundo a Prefeita Mayra Brito, o veículo será entregue à população de Cumuruxatiba. “O recurso foi obtido por meio de emenda parlamentar, concedida pelo Deputado Estadual Mário Negromonte Júnior”, destaca a prefeita.

65987_820502277969609_5022903279104578425_n
Foto Rede Social: Joabe Fereira

O veículo é equipado com sirene eletrônica, colchonete estofado, banco baú para três acompanhantes, suporte para cilindro de oxigênio fixo na maca, oxigenação composto de régua tripla, mangueira de oxigenação, fluxômetro, umidificador, aspirador tipo Venturi, suporte de soro e sangue e demais itens de segurança exigidos pelo Código Nacional de Trânsito Brasileiro.

A ambulância é considerada como uma ferramenta importante para garantir o atendimento necessário. O veículo vai auxiliar na estabilização dos pacientes de Cumuruxatiba, enquanto é transferido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas ou o Hospital do Prado.

Por Claydson Motta | Prado Notícia

Prefeitura do Prado vai inaugura UBS de São Francisco neste sábado, 19 de Julho


02(9)

Atendendo ao anseio da comunidade de São Francisco, a Prefeitura de Prado inaugurará uma unidade básica de saúde. Neste sábado, 19, moradores de São Francisco ganhará uma unidade completamente reformada e equipada.

03(8)

A nova unidade de saúde municipal tem espaço mais amplo e funcional e irá proporcionar, além de melhores condições de atendimento, mais conforto aos usuários, médicos, enfermeiras e a equipe técnica.

01(10)

A frente do governo do município, a Prefeita Mayra Brito destacou que a saúde no município tem tido uma atenção especial, relatou a reinauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas, com investimentos e reforma para garantir a reabertura, nova frota de veículos para saúde, reforma e ampliação de 90% dos PSFs do município, e a construção da sede própria do SAMU.

025

“Essas obras não significa apenas uma realização da Administração Municipal, mas sim conquistas para a população”, destacou a prefeita Mayra Brito.

A moradora, Cleonice Santos, disse que está satisfeita com o serviço prestado ao distrito de São Francisco, ” A Prefeita está de parabéns, esse Psf é imenso, o povo de São Francisco merece”, concluiu.

O Secretário de administração, Robson Mattos, juntamente com o administrador da comunidade, Manoel Messias Santos e o agente de saúde, Odilei Matos esteve visitando a Unidade de Saúde.

A cerimônia de inauguração está marcada para as 17hr e contará com a presença de autoridades civis e lideranças municipais, após a cerimônia de inauguração show com o cantor Cezinha.

Por ASCOM | PRADO

Itamaraju tem cerca de 400 portadores do vírus HIV, estima CTA


Segundo estimativa do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), da Secretaria Municipal de Saúde de Itamaraju, passa de 400 o número de portadores do vírus da Aids (HIV), em Itamaraju. A informação foi passada pela enfermeira Cláudia Ferreira, chefe do setor. Segundo ela, os números oficiais são de 140 pacientes, que são acompanhados pela CTA; entretanto, se somado os que não buscam o tratamento, o número passa de 400.

F73D056A-AF1B-4754-B61C-1CA33D40116B_mw1024_s_n

Dos 140 portadores, 55 são soropositivas e 85 já possuem Aids. A diferença do paciente soropositvo para o paciente diagnosticado com Aids, segundo Claudia Ferreira, é que o primeiro possui apenas o vírus, mas a doença ainda não se manifestou; já o segundo possui a doença, propriamente dita, que provoca o enfraquecimento e destruição progressiva do sistema imunológico, o que possibilita o desenvolvimento de determinadas infecções ditas oportunistas e de certos tipos de câncer.

Claudia ainda salienta que a Aids tem tratamento, e que é possível conviver bem, com estilo de vida, não obstante a doença, se houver acompanhamento médico e consumo adequado da medicação (coquetel). “Todo tratamento é fornecido pelo CTA gratuitamente”, lembra a enfermeira.

Por Colunasul

UPA 24h e SAMU fazem balanços dos atendimentos durante o São João em Prado


A equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde fez um balanço positivo das ações desenvolvidas no município de Prado. Um número que chegou a 2.000,00 atendimentos, só no mês de Junho.

Sem Título-1

Depois de apresentar um balanço positivo em relação às ações desenvolvidas durante a Folia do São João e São Pedro, a Secretaria Municipal de Saúde do Prado, divulgou ações realizadas durante a reabertura da UPA24h – Unidade de Pronto Atendimento. Os resultados estão mostrando uma grande diferença no número de atendimentos, exames e qualidade da saúde no período observado. Hoje o município do Prado está sendo um referencial para as demais cidades.

Nas festividades do São João e São Pedro, à Secretaria de Saúde programou um aumento do número de profissionais, reforçando a estrutura de plantão. Na avaliação da Diretora da UPA, Rafaela Bonadiman, tudo ocorreu conforme previsto. ” A estrutura que foi planejada foi adequada para atender as demandas e proporcionou maior segurança para os turistas e cidadãos pradenses que buscaram atendimento na unidade”, disse.

Ainda de acordo com a Diretora da UPA, Rafaela Bonadiman, medicamentos não tem faltado para a população e um gerador estar sendo implantado para melhorar ainda mais o atendimento na unidade, caso ocorra algum problema com a energia.

Segundo a enfermeira e coordenadora do SAMU, Neralice Fernandes, os números de ocorrências tem diminuindo, apontando o trabalho preventivo, de conscientização e básico, tanto na rede de saúde, quanto na educação e no trânsito. Além disso a equipe é formada por cinco motoristas, cinco técnicos de enfermagem e mensalmente, esta equipe passa por treinamentos e qualificações.

As UPAs funcionam sete dias por semana, 24 horas por dia. Sua estrutura conta com equipamentos de raio-X, eletrocardiografia, laboratório de exames e leitos de observação, e soluciona em média 97% dos casos. Ao chegar a uma UPA, o paciente é assistido e pode ser tratado na própria unidade ou, conforme o caso, encaminhado a um hospital ou para a atenção básica. 

 Por Claydson Motta | Prado Notícia

Anvisa suspende lote do antidepressivo Imipra


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu nesta segunda-feira a distribuição, comercialização e uso em todo o território nacional do lote 12096555 do medicamento Imipra 25 mg (cloridrato de imipramina), com apresentação de 200 comprimidos. Fabricado pela empresa Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda., localizada em São Paulo, o Imipra é utilizado para tratar depressão e distúrbios de humor.

remedio-medicamento-comprimido-pilula-size-598
Imipra: suspensão da distribuição, comercialização e uso é válida para o lote 12096555 (Medioimages/Thinkstock)

A decisão foi anunciada por meio de resolução publicada no Diário Oficial da União. A Anvisa explica que foram obtidos resultados insatisfatórios no teste de teor de princípio ativo e a empresa terá de recolher do mercado o estoque existente, que tem validade até setembro de 2015.

Em comunicado, a empresa declarou que, em 9 de junho, informou à Anvisa que iria recolher do mercado, de forma voluntária e preventiva, o lote 12096555 porque ele apresentou resultados acima do especificado para o teste de teor de princípio ativo. O fabricante ressalta ainda que a apresentação com 200 comprimidos está disponível apenas para uso hospitalar, não sendo distribuída para farmácias e drogarias, e que o medicamento foi distribuído a um número limitado de instituições de saúde.

A equipe do laboratório informou que tem trabalhado na troca de qualquer possível estoque remanescente e o eventual consumo do medicamento não ocasiona efeitos colaterais indesejáveis além dos previstos em bula, bem como não causa risco à saúde dos pacientes.

Por: Veja

Vacina contra gripe se amplia para crianças de seis meses a 10 anos


A faixa etária da campanha de vacinação contra a gripe em Curitiba está sendo ampliada. A nova meta da Secretaria Municipal de Saúde é de vacinar 80% das 95 mil crianças de seis meses até 10 anos. A cidade já havia atingido a proposta do Ministério da Saúde de vacinar 80% do grupo de risco – até o momento composta por idosos, gestantes, crianças e mães que tiveram filhos há menos de 45 dias.

vacina-baby-600x337

“As crianças ainda não têm o seu sistema imunológico completamente formado e, por isso, a vacina é fundamental para fortalecer o organismo. As gestantes também devem tomar a vacina porque estão em uma fase de grandes alterações metabólicas e, além disso, têm a capacidade respiratória comprometida devido às alterações no corpo – como a dilatação do abdômen – o que reduz as chances de se proteger de um quadro de gripe e a possibilidade de complicações respiratórias é muito maior”, diz a diretora do Centro de Epidemiologia da Secretaria, Juliane Oliveira.

Durante a última semana, de todos os atendimentos realizados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 Horas e nas unidades básicas de saúde, 19% foram em decorrência de doenças respiratórias, segundo levantamento da Secretaria. “Este índice está dentro do esperado para essa época do ano, mas está abaixo da média de atendimentos registrados nesse mesmo período em anos anteriores”, explica Juliane.

Resultados
No balanço geral, considerando todos os grupos vulneráveis e que são contabilizados, Curitiba foi uma das primeiras cidades brasileiras a vacinar mais de 80% do público-alvo. Além destes grupos, a vacina contra a gripe também está disponível para pessoas portadoras de doenças crônicas, profissionais de saúde, indígenas e pessoas privadas de liberdade.

A vacina está disponível nas 109 unidades básicas de saúde. Pessoas com doenças crônicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Aqueles pacientes que já fazem parte de programas de controle das doenças crônicas do SUS devem ir às unidades em que estão cadastrados para receber a vacina.

Prevenção
A vacina contra a gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Estudos demonstram que a vacinação contribui para a redução de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

O secretário municipal de Saúde, Adriano Massuda, ressalta que a campanha de vacinação acontece no período que antecede o inverno porque a criação de anticorpos ocorre entre duas e três semanas após a aplicação da dose. O período de maior circulação da gripe é de final de maio a agosto. Segundo ele, as reações à vacina são raras, mas é contraindicada a pessoas com alergia ao ovo de galinha e seus derivados.

Massuda diz que a vacinação contra gripe é uma importante ação de prevenção da gripe, mas não dispensa medidas básicas de proteção. “São medidas simples, como fazer a assepsia frequente das mãos, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar e procurar manter os ambientes ventilados”, orienta.

HIV: estudo abre caminho para terapia contra gripe suína


O organismo de pessoas portadoras do HIV, apesar da baixa imunidade, pode combater o vírus da gripe suína, que promoveu a pandemia de 2009. Pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) identificaram o mecanismo pelo qual isso acontece – uma proteína, produzida pela imunidade durante a infecção pelo HIV, acaba impedindo o vírus Influenza H1N1 de se replicar nas células. O estudo, publicado nesta segunda-feira, 30, pela revista científica PLOS ONE, abre caminho para uma terapia contra a gripe suína, também conhecida como gripe A, e estudos de co-infecções por outros vírus, como o da dengue e o da febre do Nilo. O estudo começou em 2009, durante a pandemia de H1N1, e foi desenvolvido no Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo do IOC, que é referência nacional no estudo destas viroses. Os pesquisadores observaram que pacientes imunodeprimidos com câncer ou transplantados foram afetados de forma mais grave pela gripe suína e a mortalidade, mais acentuada. Já entre os pacientes soropositivos, a gripe foi mais branda.

1383859314032-hiv

“O desfecho clínico dos indivíduos HIV positivo eram similares aos observados para a população geral. Eles não estavam morrendo mais do que a população geral. Isso causou uma surpresa”, afirmou o autor principal do estudo, Thiago Moreno L. Souza, pesquisador do IOC. A teoria dos pesquisadores é de que havia uma “estratégia inteligente” do HIV: bloquear a infecção do organismo por outro vírus, “a fim de que toda a maquinaria do paciente estivesse disponível para o vírus original, o primeiro que estava lá”. O que acontece é que na infecção por HIV há uma luta constante do organismo contra o vírus, e também há reação constante do vírus à resposta do organismo. Nesse embate, proteínas chamadas de fatores de restrição têm a sua expressão aumentada nas células infectadas pelo HIV e nas células que tiveram contato com partículas do HIV. Os pesquisadores descobriram que o vírus da AIDS faz aumentar um desses fatores, o IFITM3. Essa molécula bloqueia a chegada do material genético do H1N1 no núcleo da célula, onde ocorre a replicação viral.

Os pesquisadores demonstraram que esse fenômeno ocorre em dois grupos importantes de células: as células epiteliais do trato respiratório e os macrófagos, células do sistema imune que atuam no combate à infecção. As epiteliais são as principais células em que o H1N1 se replica. “O HIV não infecta essas células. Mas partículas de HIV podem entrar em contato com a superfície dessas células. Isso basta para induzir essa resposta de aumento de IFITM3, que bloqueia a entrada de Influenza na célula”, explica Souza.

Além disso, quando o vírus da gripe infecta o trato respiratório, ele estimula naturalmente o organismo a debelar essa infecção. “Mais células de defesa são recrutadas para o trato respiratório. Entre elas, os macrófagos, que são células suscetíveis tanto ao HIV quanto ao Influenza. E mesmo nessas células, a infecção pelo HIV leva a esse aumento do fator de restrição IFITM3, que bloqueia a entrada do Influenza, e a chegada do material genético do Influenza ao núcleo da célula”, afirma. Uma das causas que aumenta a gravidade da infecção pelo H1N1 é a capacidade do vírus de produzir processos inflamatórios potentes. O HIV também bloqueia esse tipo de reação exacerbada. “Em inglês se usa uma expressão que é cytokine storm, uma tempestade de citocinas, para dizer que o Influenza está induzindo uma potente resposta inflamatória que normalmente é danosa pro paciente. Nos macrófagos infectados pelo HIV e pelo influenza, a habilidade do vírus da gripe de induzir citocinas inflamatórias está reduzida, justamente porque o ciclo replicativo dele está restringido”, explica Souza.

O desafio dos pesquisadores, agora, é encontrar uma maneira de aumentar a produção da proteína IFITM3, sem que o organismo esteja infectado pelo HIV. “Obviamente que as pessoas não seriam tratadas com o vírus do HIV, mas se a gente consegue entender qual a porçãozinha dessa proteína, os dois, três, ou dez aminoácidos que conseguem induzir essa resposta, talvez com isso conseguisse de fato desenvolver uma nova terapia. A gente tem trabalhos já sendo desenvolvidos nesse sentido no laboratório”, afirmou o pesquisador. A pesquisa pode ajudar ainda a se chegar a terapias para outras doenças. Souza explica ainda que a proteína IFITM3 foi descoberta há menos de três anos como fator de restrição para outros vírus, como dengue e febre do Nilo.

Por Atarde

Carreta Odontomóvel leva programa Saúde Bocal para moradoras de Prado


Escrito por: Claydson Motta - Data: 26/06/2014 - 10:00hs

A Prefeitura do Prado, através da Secretaria de Saúde com o  Governo da Bahia, estão desenvolvendo no município a ação  “Odontomóvel” de saúde bucal. 

DSC_1195

O programa é destinado à população baiana. Tem o objetivo de ampliar o acesso à assistência odontológica em municípios do estado da Bahia, onde há carência desse serviço. O Projeto Odontomóvel foi desenvolvido com o objetivo de ampliar e qualificar o acesso à assistência odontológica em municípios do Estado da Bahia com carência nessa especialidade. 

DSC_1201

A Prefeita do Prado, Mayra Brito, destacou que foi garantida toda a logística para a carretar atender os pradenses. “Uma marca característica do nosso governo é apoiar as ações que beneficiem o povo. Não foi diferente com a equipe do Odontomóvel, que está recebendo toda a estrutura necessária no nosso município”, afirmou a Prefeita.

DSC_1180

A estrutura do Odontomóvel é composta por uma carreta contendo 10 consultórios, internamente equipados com a mais moderna tecnologia. Além de uma estrutura externa montada para o acolhimento dos pacientes. 

Segundo a Secretária de Saúde, Rosângela Souza, “esta é uma iniciativa que leva saúde a quem mais precisa, por meio de ações da Prefeitura do Prado no Governo Trabalho, Compromisso e Renovação”, conclui a secretária.

DSC_1185

As pradenses, Leticia, Márcia e Maria Lucia, todas da mesma família Ferreira, da Aldeia Tibá, aprovaram os serviços e os cuidados com a saúde bucal. “Nossas crianças também tiveram a oportunidade de cuidar dos dentes. Saíram, visivelmente, felizes”, comentaram.

CSC_1206

A carreta está estacionada ao lado da Unidade Básica de Saúde 04, em Guarani, distrito do Prado, e ficará até o dia 1º de Julho. Os moradores terão a acesso ao tratamento completo (extração, restauração, remoção de tártaro).

Por Claydson Motta | Prado Notícia