Com confusão, Jorginho do Guarani é reeleito presidente da Câmara de Prado


O nome do presidente foi escolhido durante uma votação. Antes mesmo disso, a sessão foi recheada de embates

A votação para a presidência da Câmara Municipal de Prado foi marcada por troca de acusações, diversas suspensões da sessão e até mesmo pedido de anulação da reunião.

Em meio a esse cenário conturbado, o vereador Diógenes Ferreira Loures (PSL), o “Jorginho do Guarani”, foi reeleito para o cargo com 07 votos. Ele será presidente do biênio de 2019 e 2020. O vereador Dr. Anderson (PSL) angariou apenas três votos.

O nome do presidente foi escolhido durante a sessão realizada nesta terça-feira (24). Antes mesmo disso, a sessão foi recheada de embates, entre os parlamentares. O vereador Robertinho (PP), acusou que a votação, na quele momento, seria uma espécie de armação para manter o nome de Jorginho na presidência, após a confusão Robertinho foi embora do local antes mesmo que a votação fosse iniciada.

Mesmo com os embates a eleição foi iniciada. O vereador Odilei Matos (DEM) foi eleito vice-presidente; Augusto Barreto (PP) foi escolhido como 1º secretário e Professora Bruna como 2º secretária.

Veja a Votação: 

Votaram em Jorginho do Guarani; Professor Boloca, Luciana da LookGás, Odilei Matos, Professora Bruna, Augusto Barreto e Robério Barros.

Votaram em Dr. Anderson; Professor Hilton e Brenio Pires.

Tribunal nega último recurso de Lula no caso do tríplex do Guarujá


Embargos dos embargos foram negados por unanimidade; defesa do ex-presidente agora deve entrar com recursos no Superior Tribunal de Justiça

Ricardo Stuckert/Instituto Lula – 22.3.18
Juiz Sérgio Moro condenou ex-presidente Lula por crimes de corrupção e lavagem no caso tríplex da Lava Jato

O Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4) rejeitou nesta quarta-feira (18) o último recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na segunda instância, os chamados embargos dos embargos de declaração . Sendo assim, os desembargadores, por unanimidade, mantiveram a condenação do petista a 12 anos e um mês de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Com o fim dos recursos na segunda instância, a defesa de Lula tentará recorrer da condenação nas cortes superiores: o Superior Tribunal de Justiça (STJ), no caso de recursos especiais, e o Supremo Tribunal Federal (STF), com recursos extraordinários.

O fim da tramitação no TRF-4 também enquadra o petista na Lei da Ficha Limpa e o impossibilita de participar das eleições de 2018, embora a decisão final caiba ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-presidente cumpre pena em Curitiba desde 7 de abril. Os advogados inclusive chegaram a recorrer contra a ordem de prisão expedida pelo juiz Sérgio Moro alegando justamente que o caso tríplex ainda estava tramitando no TRF-4 devido à pendência do julgamento dos embargos sobre os embargos. No entanto, o recurso foi rejeitado tanto no STJ quanto no Supremo Tribunal Federal (STF).

Outras ações contra Lula

Além desse processo sobre o tríplex , o ex-presidente responde ainda a outras seis ações penais, sendo quatro na Justiça Federal em Brasília e outras duas com o próprio juiz Sérgio Moro em Curitiba. No Paraná, o petista é réu em ações sobre propina da Odebrecht mediante à compra de um terreno para o instituto do ex-presidente e de um apartamento em São Bernardo do Campo (SP), e sobre o sítio em Atibaia (SP).

Já na capital federal, o ex-presidente responde por suposto crime de tráfico de influência no BNDES para favorecer a Odebrecht, por suposta tentativa de obstrução à Justiça no episódio que levou o ex-senador Delcídio do Amaral à prisão, por tráfico de influência na compra de caças suecos da Saab e por supostamente ter favorecido montadoras com a edição de medida provisória em 2009. Lula nega todas as acusações.

Vereadores propõem lei para aumentar fiscalização de concursos públicos em Prado


A mudança na Lei Orgânica do Município (LOM) incluiria dispositivo exigindo a participação de uma comissão mista, composta por representantes da justiça, da Câmara de Vereadores, da administração pública municipal e de instituições públicas (não-governamentais e associações). A ideia é que essa comissão tenha acesso, no momento da realização das provas, aos gabaritos para serem assinados um a um, sala a sala.

A proposta foi apresentada pelo vereador Professor José Hilton (PSD) durante sessão da Câmara Municipal do Prado, realizada na manhã desta terça-feira (17). O autor, durante o período de preparação, ministrou aulas gratuitas para os candidatos do concurso público realizado no município. “Muitos investiram dinheiro, dias de lazer com a família e muitas noites de sono para participar do processo e, no caso de existirem provas de irregularidades, eles devem procurar a justiça e denunciar”, disse.

Antônio Eduardo Santana da Ressurreição (MDB), o conhecido ‘Professor Boloca’, questionou a lista de aprovação dos nomes com perfil pró-governo municipal ou engajados no grupo político da atual Prefeita do Prado, Mayra Brito. “A lista de aprovados no concurso público tem ampla maioria de quem já trabalha na administração pública municipal ou daqueles que balançavam bandeiras para a vitória da atual prefeita”, disparou.

Em defesa, o líder do governo da prefeita na Câmara de Vereadores do Prado, Roberto de Oliveira Brito (PP), conhecido como ‘Robertinho’, defendeu a transparência no processo. “Se tem irregularidades que acionem a justiça. Não podemos impedir as pessoas de recorrer aos seus direitos. O que não podemos é acessar o prejulgamento de pessoas sem as provas devidas. Na época do último concurso, fui pessoalmente no poder judiciário apresentar os fundamentos do processo aberto para sanar todas as dúvidas. Vocês viram no que deu. Isso ajuda a diminuir essa fama ruim sobre a realização de concurso público no município”, argumentou.

Para o Presidente da Câmara de Vereadores do Prado, Diógenes Ferreira Loures (PSL), mais conhecido como ‘Jorginho do Guarani’, a sugestão do colega em propor mais rigor é muito bem vinda. “Colocou as palavras certas, no momento certo. Tem muita gente que não estuda e chega para o vereador pra pedir ajuda em troca do voto. Isso é que coloca em dúvida esses concursos. Precisa acabar de fato. Sou a favor da mudança na lei”, se posicionou.

O município do Prado tem histórico duvidoso na realização dos concursos públicos. Os processos realizados nos anos de 1998 e 2010 foram postos sob suspeita, inclusive, com processos jurídicos de cancelamento de todo o certame.

Vereador Brenio Pires apresenta requerimentos solicitando melhorias em Corumbau


Dezenas de requerimentos solicitando melhorias no Distrito de Corumbau, foram apresentados pelo vereador Brenio Pires (PR) na Câmara Municipal de Prado. Os documentos foram lidos no plenário e aprovados por unanimidade.

 

Entre os serviços solicitados pelo vereador estão o término da construção da caixa d’água, o início da construção de banheiros públicos já requeridos por outros Edis, recolhimento das garrafas de vidros que foram descartado em área de APP (Restinga) acarretando um grande problema de saúde pública e ambiental para a comunidade, a instalação de lixeiras padronizadas, a renovação de placas de informações, a aquisição de uma ambulância para atender a comunidade devido a distância entre o Distrito e a Sede, ampliação do sistema de água da localidade denominada como “Carroula e a comunidade do loteamento Orlando”,  entre outras medidas para os diversos lugares de Corumbau.

“Costumo dizer que sou vereador de Prado e não apenas da Sede. Os requerimentos que já foram apresentados por mim e aprovados em plenários contemplam várias localidades do município”, frisou o vereador.

Brenio diz que ao levar as solicitações ao plenário, os vereadores estão cumprindo seus deveres enquanto representantes do povo – entre eles, o de cobrar e de intermediar o contato junto ao Poder Executivo Municipal.

“O requerimento nada mais é que uma solicitação de urgência. A população procura o nosso gabinete para que sejamos interlocutores dos pedidos junto à prefeitura e outros poderes.  Estamos em constante contato com secretários da PMP e nossas demandas têm sido atendidas. Lembrando que estarei sempre perto das comunidades para atender a população pradense”, comentou o vereador Brenio Pires.

Brasil vive ditadura camuflada, afirma Rui sobre prisão de Lula


O governador Rui Costa (PT) fez um discurso inflamado em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta sexta-feira (13), e falou em “ditadura camuflada” no Brasil durante a sessão especial convocada em homenagem ao petista, preso em Curitiba, convocada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD). “O nosso país tem um lugar muito especial entre todos os país do mundo.

Nossa luta foi para construir e é para construir esse país. Hoje, a tarefa nossa é mais complexa. Se é uma ditadura militar, basta todos denunciarem, é muito explícito. Hoje, ela é mais camuflada”, bradou. O governador ainda fez uma avaliação do estilo de gestão do ex-presidente. “Lula nunca foi um comunista, um revolucionário, um radical. Na essência, ele governou por oito anos, sendo um conciliador, buscando unir o Brasil”, afirmou.

‘Eu não vou ficar me escondendo’, afirma Wagner sobre possibilidade de prisão


Ainda aventado dentro do PT como plano B, mesmo negando publicamente, o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, disse nesta sexta-feira (13) que não vai ficar se escondendo de uma eventual prisão.

Ele deu esta declaração ao ser perguntado se não tem medo de ser preso, já que candidatos aventados à Presidência da República costumam ficar expostos a possíveis investigações da Justiça, caso do próprio Wagner, alvo da operação Cartão Vermelho. “Eu já estou sem foro há muito tempo, desde que saí da presidência da República. Só recuperei o foro quando virei secretário depois, agora estou sem de novo.

Não acho que a questão da prerrogativa, por si só, garanta ninguém. Se a subjetividade é o que prende, aí tudo bem. Se tiver alguém do Ministério Público, mas até agora não vejo a ameaça de ser preso. Ninguém gosta de ser preso, mas eu também não vou ficar me escondendo”, afirmou. Ainda segundo o ex-governador, agora, ele não é só mais “plano L” de Lula, mas plano “dois L”. “Sou plano dois L, de Lula Livre”, disse.

Fonte: Bahianoticias

Vereador Brenio Pires pede melhorias na praça recém-inaugurada em Prado


A proposta do vereador Brênio Pires é melhorar as condições da Praça para a juventude, com a cobertura do anfiteatro, a instalação de tomadas e pontos de energia, além de bancos ao longo da Praça do Artesanato, que fica na região central da cidade do Prado.

O pedido foi apresentado durante a sessão na Câmara Municipal de Vereadores, realizada na manhã desta terça-feira (10).

Segundo o parlamentar, iniciativas como essa podem ser fundamentais para tornar mais atrativa essa praça pública, de modo a atrair a presença da juventude. “Temos certeza de que o investimento é pequeno, em comparação ao benefício obtido com a inserção social dos jovens, em atividades nesse local”, afirmou.

Por ASCOM

Neto confirma a candidatura de Zé Ronaldo ao governo da Bahia


O prefeito ACM Neto confirmou ao Bahia Notícias neste sábado (7) que Zé Ronaldo, ex-prefeito de Feira de Santana, será o candidato a governo do Estado pelo DEM.

Zé Ronaldo anunciou a renúncia ao cargo de prefeito na manhã deste sábado e ainda não havia divulgado se iria se candidatar ao Senado ou ao governo. O anúncio oficial deve ser feito em alguns minutos, durante coletiva em Feira de Santana.

Lula chega a Curitiba para cumprir pena por corrupção e lavagem de dinheiro


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou na noite deste sábado (7) a Curitiba, onde começará a cumprir a pena de 12 anos e 1 mês de prisão pela condenação no caso do triplex em Guarujá (SP).

Lula chega à Superintendência da PF em Curitiba, onde ficará preso (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

Ele foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele é o primeiro ex-presidente do Brasil condenado por crime comum.

Lula pousou no aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, às 22h01. De lá, seguiu de helicóptero até a Superintendência da PF na capital paranaense, onde pousou às 22h28.

Por ordem de Moro, o ex-presidente ficará preso em uma sala especial de 15 metros quadrados, no 4º andar do prédio da PF, com cama, mesa e um banheiro de uso pessoal. Também foi autorizada a instalação de um TV no local.

O espaço reservado é um direito previsto em lei.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Sérgio Moro na início da noite de quinta-feira (5) e, na sequência, Lula seguiu para a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP).

O ex-presidente se entregou à Polícia Federal quase 26 horas após o prazo dado pelo juiz para que ele se apresentasse voluntariamente.

Lula saiu a pé do sindicato, às 18h42, e caminhou até um prédio próximo, onde equipes da Polícia Federal o aguardavam. A saída teve de ser feita dessa maneira porque, por volta das 17h, Lula tentou sair de carro, mas foi impedido pela militância.

De carro, Lula foi levado por agentes até a Superintendência da PF em São Paulo, onde realizou exame de corpo de delito. Na sequência, seguiu de helicóptero para o aeroporto de Congonhas e, de lá, decolou em avião com destino a Curitiba.

O ex-presidente anunciou que se entregaria neste sábado, em um discurso feito em frente à sede do sindicato. A fala durou 55 minutos e ocorreu durante ato religioso em homenagem a ex-primeira-dama Marisa Letícia, que completaria 68 anos neste sábado. Lula disse que não iria “correr”, “nem se esconder”.

Ele também criticou as decisões do Judiciário e disse que vai provar sua inocência.

Mandado de prisão

O ex-presidente é acusado de receber o triplex no litoral de SP como propina dissimulada da construtora OAS para favorecer a empresa em contratos com a Petrobras. O ex-presidente nega as acusações e afirma ser inocente.

Lula foi condenado por Moro na primeira instância, e a condenação foi confirmada na segunda instância pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

A defesa tentou evitar a prisão de Lula com um habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF), mas o pedido foi negado pelos ministros, por 6 votos a 5, em votação encerrada na madrugada de quinta.

Na tarde de quinta, o TRF-4 enviou um ofício a Moro autorizando a prisão, e o juiz expediu o mandado em poucos minutos.

Os advogados de Lula, porém, questinaram a ordem de prisão porque ainda poderiam apresentar ao TRF-4 os chamados “embargos dos embargos de declaração”.

Depois, a defesa ainda tentou evitar a prisão com recursos no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no STF, que também foram rejeitados.

Fonte G1

Vereador Brenio Pires visita a comunidade do Corumbau para ouvir demandas dos moradores


Prado – O vereador Brenio Pires (PR) esteve na última quinta-feira (06), visitando o Distrito do Corumbau. O objetivo da visita foi ouvir as reivindicações da comunidade e conversar com os moradores sobre os problemas mais urgentes. Veja o vídeo:

#CORUMBAU

Hoje estivemos visitando a Região do Corumbau, conversando com comerciantes, amigos e moradores. Obrigado a todos pela atenção e carinho!!!

Publicado por Vereador Brenio Pires em Quinta-feira, 5 de abril de 2018

Esta não é a primeira vez que o vereador visita as comunidades, a satisfação e alegria com a sua presença estava estampada no rosto e nas palavras de cada um dos moradores de Corumbau.

“Eu me sinto muito satisfeito e honrado em poder fazer o mínimo por estas pessoas. O meu mandato é dedicado a isto, legislar, ouvir as necessidades das comunidades e levar ao conhecimento da prefeita que sempre se mostra muito sensível e atende a cada pedido. Ver a alegria em cada rosto me faz querer continuar ajudando mais e mais, e na verdade eu sou um suporte, um elo entre o executivo e as comunidades mais distantes da Sede”, finalizou Brenio Pires.

O vereador Brenio Pires, esteve no Distrito acompanhado do seu assessor parlamentar Claydson Motta e do ex-vereador de Prado Artur Medeiros (Artur de Cacau).

Distrito de Prado, Corumbau, é um lugar de beleza especial. O nome de origem tupi, significa “o fim do mundo e o começo da terra” ou “longe de tudo” devido à larga ponta de areia que avança sobre o mar. São 15 km de praias de areias brancas e águas cristalinas. Os recifes de corais avançam 10km mar adentro, tornando a praia mansa e tranqüila.

Na Ponta de Corumbau, está a vila dos pescadores, local de saída e chegada dos barcos de pesca, das pousadas e do pequeno comércio. As acomodações são diversificadas, desde pousadas rústicas à sofisticados resorts.

Do outro lado do rio Corumbau, encontra-se a Reserva dos Índios Pataxós e o Parque Nacional Monte Pascoal.