Sem reforma da Previdência, não há garantia de aposentadoria, diz Padilha


O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, divulgou um vídeo nesta sexta-feira (12) no Facebook do ministério no qual afirmou que, se não houver a reforma da Previdência Social, não haverá a “garantia” de que as pessoas receberão a aposentadoria.

tudo-por-dinheiro-seudinheiro-istock1

Padilha coordena um grupo no governo que discute com representantes dos trabalhadores e dos empresários propostas para a reforma. O objetivo do Palácio do Planalto é enviar, ainda neste ano, um projeto ao Congresso Nacional com mudanças no atual sistema previdenciário.

“A reforma [da Previdência] é indispensável para que o Brasil volte a ter confiança, seja no mercado interno ou externo. […] Tem que mudar [o atual sistema] para preservar porque, se não mudar, não vai haver mais garantia do recebimento da aposentadoria”, diz Padilha no vídeo.

“Mas ninguém perderá nenhum direito adquirido. Não precisa correr para o posto do INSS. Todo mundo que tem seu direito, será preservado. Não perderá absolutamente nada”, acrescentou.

Segundo o ministro, a projeção para as contas da Previdência neste ano é de um rombo de R$ 146 bilhões, enquanto em 2017, diz, poderá chegar a R$ 200 bilhões.

Desde que assumiu como presidente em exercício, em maio deste ano, Michel Temer determinou a criação de um grupo de trabalho no governo para discutir a reforma da Previdência. Após um mês e meio de reuniões, e relatos sobre “dissensos” entre os integrantes, o Planalto criou um outro, menor, para encontrar uma solução.

Oficialmente, o governo nega que esteja esperando o período eleitoral para enviar uma proposta ao Congresso, mas, conforme mostrou o colunista do G1 e da GloboNews Gerson Camarotti, o Palácio do Planalto avalia enviar o projeto ao Congresso somente em novembro ou dezembro, por considerar o tema impopular.

Diferença de idade
Em entrevista ao jornal “Valor Econômico”, publicada nesta sexta, Temer foi questionado sobre se, no projeto de reforma da Previdência, estará previsto que as mulheres poderão se aposentar “mais cedo”. O presidente em exercício, então, disse que é “favorável” a essa proposta.

“Não que a mulher tenha menos vitalidade. Sabidamente as mulheres hoje vivem mais que os homens, mas tem essa coisa da dupla, tríplice jornada. Na minha cabeça, tem que haver uma pequena diferença. Se o homen se aposenta com 65, a mulher pode se aposentar com 62”, disse o presidente em exercício ao jornal.

Indagado, na sequência, sobre se acredita que o governo conseguirá o apoio das centrais sindicais, Temer afirmou que as entidades “vão acabar não apoiando, seja qual for a reforma”. “Vamos mandar ao Congresso [o projeto] e ver o que acontece”, completou.

Na tarde desta sexta, a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Força Sindical, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e a Nova Central Sindical de Trabalhadores divulgaram uma nota na qual “reiteraram” a posição de “não aceitar qualquer proposta ou negociação que vise retirar direitos trabalhistas e previdenciários da classe trabalhadora, ou precarizar ainda mais as relações de trabalho.”

Por g1

Tremor de terra assusta moradores de Itanhém, extremo sul da Bahia


Um tremor de terra de pequena magnitude foi registrado na cidade de Itanhém, extremo sul da Bahia, na noite de quarta-feira (10). Moradores relataram que as paredes de algumas casas chegaram a rachar. Moradores afirmaram que ocorreram alguns tremores em intervalos de cerca de 5 segundos. Não há registro de desabamentos e nem de feridos.

terro

Segundo o professor George Sande, do Observatório Sismológico do Instituto de Geociências da Universidade de Brasilia (Obsis),o tremor de magnitude 2,7 foi registrado por volta das 21h44 e durou alguns segundos. O observatório monitora e detecta abalos, através de sismógrafos instalados em todo país.

A moradora da localidade de Vila Salomão, em Itanhém, Arlete Viana de Castro, técnica de enfermagem, sentiu o tremor quando estava dentro de casa.

“A casa começou a tremer. Muita gente sentiu janela balançando também. A maioria das pessoas teve impressão de uma batida, um estrondo. Durou cerca de um minuto”, relatou.

Já o morador da localidade de Sulzinho disse que também estava em casa quando sentiu o tremor e inicialmente pensou que se tratava de uma explosão. “As paredes ficaram tremendo e teve um estrondo”, conta.

Um dos distritos onde o tremor aconteceu é local de extração de  minério e, segundo o Instituto de Geologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), essa pode ser a causa do tremor, porque as explosões acabam interferindo no movimento das placas tectônicas.

Criança morre ao tentar capturar pokémons no litoral do RS, diz amigo


O corpo de um menino de 9 anos foi localizado na noite de segunda-feira (8) no rio Tramandaí, na cidade de Imbé, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. A polícia informou que a criança caiu na água ao tentar caçar pokémons do jogo “Pokémon Go”, a partir do relato do amigo que estava com ele e conseguiu se salvar. A vítima foi identificada como Arthur Bobsin.

13939520_920764401385576_7021611251102809132_n
Corpo de menino foi localizado após buscas no Rio Tramandaí (Foto: Renato Dias/Correio do Imbé)

Fenômeno mundial desde o lançamento em julho, “Pokémon Go” é um game gratuito para smartphones em que os jogadores precisam andar pelas ruas de sua cidade para encontrar as criaturas a serem capturadas. Com a função GPS, os jogadores são avisados se há alguma criatura nas proximidades.

De acordo as informações da Brigada Militar repassadas à Polícia Civil, por volta das 15h Arthur e o amigo foram até um terreno baldio próximo à casa de um deles para pegar um barco de fibra usado por pescadores da região.

Eles chegaram a entrar no rio Tramandaí com o barco, que virou perto da margem. Os garotos caíram na água e um deles desparaceu. Ainda de acordo com a polícia, relatos iniciais apontam que os dois não estavam acompanhados de nenhum adulto.

As buscas por Arthur começaram ainda na tarde desta segunda, mas foram suspensas no início da noite. O corpo foi encontrado por volta das 20h por funcionários da Transpetro, que auxiliaram nas buscas.

O amigo que estava com Artur relatou à Brigada Militar que os dois tinham tentado entrar no rio para caçar pokémons. O caso foi encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento de Tramandaí, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, e a investigação será conduzida pela Polícia Civil de Imbé.

Celular roubado no final de semana
Esta não foi a primeira ocorrência envolvendo o jogo Pokémon Go no Rio Grande do Sul. No sábado (6), um rapaz de 21 anos teve o celular roubado enquanto caçava os personagens na cidade de Rio Grande, no Sul do estado.

A informação consta no boletim de ocorrência registrado junto à Polícia Civil, mas a informação só foi confirmada nesta terça-feira (9). O BO mostra que ele teve o aparelho roubado enquanto jogava.

Boletim de ocorrência registrado pela vítima após o roubo do celular (Foto: Mauricio Gasparetto/RBS TV)
Boletim de ocorrência registrado pela vítima após o roubo do celular (Foto: Mauricio Gasparetto/RBS TV)

Fenômeno
Desde que chegou aos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia em 5 de julho, “Pokémon Go” se transformou em um fenômeno. No Brasil, o jogo foi lançado em 3 de agosto. O gamevalorizou as ações da Nintendo, tornou-se mais usado que Twitter e Tinder e provocou todo tipo de fenômeno – de lesões em jogadores a alertas de departamentos da polícia por todo o mundo.

Houve também uma popularização de bebês com nomes de pokémons, pessoas assaltadas por ladrões que usavam o app para atrair vítimas a lugares desertos e um homem que foi demitido em Cingapura após criticar o país por ainda não ter acesso ao jogo.

Atualmente, “Pokémon Go” foi lançado na América do Norte, vários países da Europa, Japão e outras regiões da Ásia. De acordo com John Hanke, presidente-executivo da Niantic, criadora do game, o jogo deve chegar a 200 mercados no total.

Como funciona
“Pokémon Go” é um game gratuito de smartphones que usa realidade aumentada e GPS para levar os monstrinhos da Nintendo para o mundo real. A dinâmica é mais ou menos a mesma dos outros jogos da série: caçar, capturar e treinar todos os 151 pokémons.

Com a função GPS, os jogadores são avisados de quando estiverem próximos à localização de algum monstrinho. O app então processa uma imagem virtual dos pokémons sobre o sinal obtido via câmera fotográfica dos aparelhos.

Por G1

A carioca Rafa, judoca da Cidade de Deus, leva o primeiro ouro do Brasil


O primeiro ouro brasileiro chegou na segunda-feira (8), terceiro dia de Olimpíada. Uma lutadora carioca, com uma história tipicamente brasileira, de garra e superação, entrou para o grupo dos heróis olímpicos. A judoca Rafaela Silva, a Rafa, como todos gritavam no ginásio, conquistou nesta segunda nossa primeira medalha de ouro nos Jogos do Rio.

rafa_reu
Enrolada na bandeira, Rafaela Silva comemora ouro chorando no meio da torcida (Foto: REUTERS/Kai Pfaffenbach)

Para onde ela olhava? Seria o ouro ali na frente? Ou era a Cidade de Deus, ali atrás, na memória dela, a menina da comunidade carioca?

Era o juiz autorizar o início da luta e ela só tinha olhos e mãos para o quimono alheio. Foram cinco combates para a rainha do wazari. Em todos os confrontos ela conseguiu o tal wazari, a valiosa pontuação.

24 anos, cara de brava, a agressividade na medida certa. E quem o destino pôs em frente ela? Hedvig Karakas da Hungria, a adversária que a eliminou na Olimpíada de Londres, há quatro anos. Na época, Rafaela foi desclassificada por ter levado a mão à perna de Karakas, e a regra não permite. Chorou ali, chorou depois. Vítima de preconceito racial nas redes sociais. Um ano depois, campeã mundial no Rio de Janeiro. Nesta segunda, tchau, Karakas. Vitória incontestável.

08082016-bz8i0005
Rafaela Silva não resiste e solta o choro com a medalha ouro no peito no pódio (Foto: ANDRE MOURAO/NOPP)

E aí, o que foi aquela semifinal? Contra a romena Corina Caprioriu, o equilíbrio total levou a luta par o tempo extra. Coração na boca: quem fizer o primeiro ponto leva. Rafaela! Não, o juiz voltou atrás. Foram os mais longos três minutos. Agora sim.

Na final contra Sumiya Dorjsuren, da Mongólia, ela foi impecável. Dominou o combate. Campeã olímpica.

“Em Londres, me criticaram: eu era uma vergonha para a minha família. Hoje eu pude fazer todos os brasileiros felizes com essa medalha aqui dentro da minha casa. Eu só posso falar que o macaco que tinha que estar na jaula em Londres hoje é campeão olímpico dentro de casa. Hoje eu não fui uma vergonha para a minha família”, desabafou a campeã.

Ser a única entre as sete judocas da seleção nascida no Rio, a poucos quilômetro da arena, é só uma das facetas de Rafaela Silva. Origem humilde, sobrenome simples e a primeira brasileira a ser campeão mundial adulta e agora campeã olímpica.

No pódio, sai a lutadora e olhar determinado. Ali é a moça que acaricia o ouro e se deixa emocionar. Rafaela Silva nunca esteve tão em casa.

Por G1

Após liminar, Lidiane Leite deve reassumir Prefeitura de Bom Jardim


Após conseguir uma liminar judicial, Lidiane Leite, de 25 anos, deverá voltar a assumir a Prefeitura do município de Bom Jardim, a 275 km de São Luís, no prazo máximo de três dias.

lidiane
Lidiane Leite assumiu a prefeitura aos 22 anos (Foto: Arquivo pessoal)

A decisão que foi concebida pelo o juiz da 2ª Vara da Justiça Federal no Maranhão, Magno Linhares, revoga a determinação que impedia Lidiane de circular no prédio da Prefeitura bem como nas dependências de secretarias municipais de Bom Jardim.

Ainda de acordo com a decisão judicial, o presidente da Câmara Municipal de Bom Jardim é intimado a efetivar em até três dias Lidiane Leite ao cargo de prefeita do município.

Lidiane Leite estava afastada da Prefeitura de Bom Jardim desde agosto do ano passado, quando foi presa pela a Polícia Federal durante a “Operação Éden”. Ela é acusada de desvios milionários da educação do município maranhense.

Relembre o caso
Lidiane Leite foi presa no dia 28 de outubro de 2015, na sede da Polícia Federal, em São Luís, depois de passar 39 dias foragida após ter a prisão decretada pela PF por suspeita de irregularidades encontradas em contratos firmados com “empresas-fantasmas”. Após 11 dias encarcerada, ela foi solta pela Justiça sob a condição de uso de uma tornozeleira eletrônica.

Atualmente com 25 anos, Lidiane foi eleita por acaso. Ela vendia leite para ajudar a mãe e mudou de vida quando começou um namoro com o fazendeiro e padrinho político, Beto Rocha.

Em 2012, Rocha foi candidato a prefeito, mas teve a candidatura impugnada pela Lei da Ficha Limpa e lançou a namorada pelo PRB. Lidiane foi eleita com 50,2% dos votos válidos (9.575), frente ao principal adversário, o médico Dr. Francisco (PMDB), que obteve 48,7% (9.289).

Após a eleição, Lidiane passou a ostentar uma vida de luxo na internet. “Eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem. Beijinho no ombro pros recalcados”, comentou na internet. A conduta chamou a atenção do Ministério Público, que passou a apurar fraudes em licitações do município.

Beto Rocha chegou a ser preso pela “Operação Éden”, da PF. Ele ocupava a função de secretário de Assunto Políticos na gestão de Lidiane. Também foi detido Antônio Cezarino, ex-secretário de Agricultura. Ambos foram soltos no dia 26 de setembro, por determinação do Poder Judiciário.

Por G1

Brasileiro e argentino trocam socos e interrompem partida de tênis no Rio


A rivalidade entre brasileiros e argentinos apareceu logo nos primeiros minutos da partida entre Juan Martin Del Potro e João Sousa, nesta segunda-feira à tarde, pela segunda fase do torneio de simples da Olimpíada. Dois torcedores se provocaram durante uma das pausas e trocaram socos na arquibancada. Militares entraram no jogo, que foi paralisado, e retiraram os dois. O gringo deixou a quadra central mandando beijos e provocando quem o vaiava.

636062865681373143w
Briga entre dois torcedores esquenta clima do jogo entre Del Potro e João Sousa (Foto: EFE/EPA/MICHAEL REYNOLDS)

A confusão aconteceu ao fim do segundo game do primeiro set, quando o placar apontava um empate em 1 a 1. Os argentinos aumentaram o coro de apoio a Del Potro e alguns brasileiros rebateram com vaias. Dois homens, então, se desentenderam de forma mais dura e trocaram xingamentos. O argentino partiu para cima e acertou um soco no brasileiro, que revidou. A briga durou pouco, mas a partida precisou ser interrompida (os tenistas até saíram de quadra).

636062865658441143w
Argentino provoca ao ser retirado da arquibancada (Foto: EFE/EPA/MICHAEL REYNOLDS)

Sob o coro de “expulsa!” dos demais torcedores, os militares evitaram um conflito maior e levaram os dois brigões para fora da quadra de tênis – segundo a Força Nacional, eles ficarão fora do complexo até o fim da partida de Del Potro e depois estarão liberados para assistir aos demais jogos do dia. Na saída, os brasileiros responderam com aplausos, enquanto o “rival” provocava, ao apontar para a camisa da seleção argentina que usava e mandar beijos.

As provocações entre brasileiros e argentinos têm sido comuns durante as disputas olímpicas (o assunto já gerou reclamações no basquete). No tênis, não é diferente. O clima de rivalidade esquentou bastante na noite de domingo, quando Del Potro eliminou Novak Djokovic, número 1 do mundo e então favorito à medalha de ouro.

Os brasileiros torciam pelo sérvio, enquanto os argentinos vibravam a cada ponto de seu representante, que segue na disputa por medalha.

A briga deu ainda mais pimenta ao confronto entre Del Potro e João Sousa. Os argentinos, que exibiram dezenas de bandeiras na quadra central, aumentaram o coro a cada intervalo (às vezes até durante o ponto, pouco antes do saque) e irritaram os brasileiros, que estavam na torcida pelo tenista português.

Por Globo Esporte

Arraia-jamanta fica presa em rede de pesca e é devolvida ao mar em Mucuri


Uma arraia-jamanta foi vista por barraqueiros na praia de Costa Dourada, que fica na cidade de Mucuri, no extremo sul da Bahia, no dia 17 de julho. Imagens do animal foram enviadas neste sábado (30). O tamanho da arraia chamou a atenção de quem estava no local.

cats

O animal ficou preso numa rede de pesca em alto-mar e foi rebocado até a praia. Barraqueiros e turistas que estavam no local conseguiram livrar a arraia da rede de pesca e ela voltou para o mar.

Arraia-jamanta
A arraia-jamanta é um dos maiores peixes que existe. Ela mede até sete metros e chega a pesar 1.800 quilos. Diferencia-se dos outros membros da família pela boca terminal, direcionada para frente, e a mandíbula superior sem dentes.

Apresenta as nadadeiras cefálicas em forma de chifres, por isso os nomes populares de peixe-diabo e morcego-do-mar. A coloração é variada. Existem raias totalmente negras com manchas brancas na parte inferior, e também raias verde-escuras ou marrons na parte superior, ambas com variações brancas na porção inferior.

As manchas na parte inferior servem para identificação, como se fossem impressões digitais. Normalmente permanece na coluna d’água e alimenta-se de organismos planctônicos.

É uma animal dócil e de reprodução tardia. Normalmente nada bem vagarosamente e, muitas vezes, com suas nadadeiras expostas, o que lembra as de um tubarão. Apesar disso, é extremamente mansa e permite que o mergulhador se aproxime.

A arraia-jamanta vive no máximo 20 anos. Por ficar presa às redes dos pescadores, no Estado de São Paulo ela foi incluída na lista de animais ameaçados. No mundo existem cerca de 500 tipos de arraia. Só no Brasil são 46.

Por G1/Bahia

Padre é preso por embriaguez após fugir de blitz na Bahia, diz polícia


Caso ocorreu em Nova Viçosa, sudoeste do estado, neste sábado (30). Veículo conduzido pelo religioso pertence à Igreja Católica.
carro
Carro conduzido pelo padre foi levado para a delegacia de Teixeira de Freitas (Foto: Divulgação / Polícia Militar)

 

Um padre de 40 anos foi preso por dirigir embriagado no município de Nova Viçosa, sudoeste da Bahia, na madrugada deste sábado (30), segundo informações da Polícia Militar. De acordo com a PM, o religioso tentou fugir de uma blitz realizada nas imediações do trevo da BR-418 com a BR-101, quando foi visto pelos agentes.

Segundo a PM, após perceber a fuga, os policiais da Companhia de Policiamente Especializado (CIPE-Mata Atlântica) em parceria com a Polícia Rodoviária Federal seguiram o padre, que dirigia em alta velocidade. Ao chegar no centro do distrito de Posto da Mata, os agentes conseguiram interceptar o religioso.

Após averiguar o interior do veículo conduzido pelo padre, os policiais encontraram uma garrafa de cachaça pela metade e uma garrafa de vinho e conhaque, informou a PM. O religioso foi conduzido até o posto da PRF em Teixeira de Freitas, onde foi submetido ao teste do bafômetro, que comprovou embriaguez.

Ainda conforme a PM, o padre foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Teixeira de Freitas. O veículo usado pelo padre, que pertencente à Diocese de Teixeira de Freitas e Caravelas, também foi levado para a unidade policial, juntamente com os materiais apreendidos.

Segundo informações da Polícia Civil na cidade, o religioso foi liberado ainda na madrugada deste sábado após pagar uma fiança no valor de R$ 400. Já o carro usado por ele, permanece na unidade policial para passar por perícia. Ainda conforme a polícia, o caso será apurado pela Delegacia de Nova Viçosa.

A equipe de reportagem tentou contato com a Diocese de Teixeira de Freitas e Caravelas, mas até o fechamento desta reportagem não conseguiu.

Por G1/Bahia

O PMDB de Alcobaça convida a todos para a Convenção do Partido neste sábado (30)


A convenção do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, ocorre a partir das 10 horas deste sábado, 30 de julho, na Praça José Porfírio, a “Praça Hippie” em Alcobaça.

unnamed

A convenção municipal vai homologar a candidatura à prefeito de Ary Vieira, o vice Fidelcino Miranda, e candidatos a vereadores para as eleições de 2016.

O evento conta coma participação do deputado federal, Lúcio Vieira Lima e também oficializará, a aliança do PMDB entre os partidos PSC  e PEN.

Homem que ameaçou explodir bomba em prova da OAB na BA se entrega


De acordo com a Secretaria de Segurança, suspeito não tinha explosivos.
Ameaça foi feita às 12h40 e exame da ordem em Salvador foi cancelado.

homem_bomba_01

O homem que ameaçou explodir uma bomba na Unijorge, em Salvador, onde seria realizada a prova da OAB, se entregou à polícia por volta das 16h50 deste domingo (24). A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia. A prova do exame da ordem em Salvador foi cancelada.

De acordo com a SSP-BA, não foram encontrados artefatos explosivos ou armas de fogo com o rapaz, que foi identificado como Frank Oliveira da Costa.

A rendição ocorreu quatro horas após início da confusão e com a chegada do advogado Marcos Melo, que foi contratado pela família do suspeito. Segundo o coronel do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Paulo Coutinho, o motivo da ameaça seria o fato de o homem não ter passado no exame anteriormente e estar frustrado.

O coronel ainda afirmou que o rapaz aparentava ter problemas mentais e já tem um processo contra a OAB. As duas sacolas que estariam com as supostas bombas tinham apenas roupas, segundo o coronel do Bope.

A SSP-BA ainda informou que o homem passou por atendimento médico e depois foi encaminhado ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), onde é ouvido. Segundo a polícia, informações preliminares dão conta de que o caso se trata de um fato isolado, sem conexões com terrorismo.

bomba_operacao

Ameaça de bomba
Uma ameaça de bomba interrompeu e suspendeu a prova da OAB na Unijorge, que fica na Avenida Paralela, em Salvador, por volta das 12h40 deste domingo. De acordo com a assessoria da instituição, um homem ameaçou explodir o local. A situação causou pânico e correria. A polícia informou que não houve feridos.

De acordo com a SSP-BA, o suspeito ficou isolado em uma sala até a rendição. O grupo antibomba da Polícia Federal chegou a ser acionado e esteve no local.

Segundo Fabrício de Castro Oliveira, Conselheiro Federal da OAB na Bahia, o homem teria entrado em uma sala e pedido para os candidatos saírem em 11 minutos, pois estava em posse de uma bomba pronta para explodir.

Neste domingo é realizada a primeira fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil em todo o país. A presidente da comissão do exame da OAB na Bahia, Beta Norma, informou que 3,4 mil pessoas iriam fazer a prova na Unijorge, 6 mil na Bahia.

Pânico e confusão
O agente penitenciário Jorge Magno relatou que chegou a conversar com suspeito. “Ele estava em uma sala do lado da minha, fui lá e tentei conversar com ele, disse ‘rapaz, vamos conversar’, e ele disse: ‘você tem 12 minutos para deixar o prédio’. Não vi bomba, mas ele estava com duas sacolas e quando eu tentava me aproximar, ele colocava a mão na sacola, então preferi sair”, disse o candidato.

O jornalista Alex Soares estava no local à espera da esposa que estava dentro da universidade para fazer a prova. “Ela disse que pediram para todos [os candidatos] deitarem no chão e chegou uma informação de que um homem estava com bomba no corpo”, disse.

A candidata Suzane Senzano relatou que algumas pessoas ficaram feridas na confusão. “Eu estava no 5° andar. Estava em frente à minha sala quando ouvi um barulho alto. Todo mundo começou a correr. As pessoas foram pisoteadas. Fui correndo para o lado de fora. Me escondi em um condomínio aqui do lado [da universidade]. Perdi algumas coisas que estavam na minha bolsa, as pessoas me empurraram na escada, na hora não senti nada, só saí correndo”,  disse. Não há informações oficiais sobre feridos.

bomba_03

De acordo com um outro candidato que preferiu não se identificar, o homem que estaria com bombas amarradas ao corpo estava na sala ao lado da dele. “Na sala ao lado tinha um cara com um colete, com bombas amarradas e armado. Disseram que outras pessoas armadas estavam com ele também. Nessa confusão, ele abriu a camisa e deu tiro na sala. Ele ainda colocou cadeira e mesa para atrapalhar a saída das pessoas. Foi a maior correria”, contou. A polícia não confirma a ocorrência de tiros no local.

Segundo Luiz Viana, presidente da OAB-BA, uma nova data será marcada para a realização do exame em Salvador.

“A prova está suspensa em Salvador. Vai ser marcada uma nova data garantindo a todos a fazer uma nova prova com tranquilidade. O mais importante é que estão todos do lado de fora e ninguém ficou ferido. A nova data vai ser publicada no site da OAB nacional e no regional”, disse. A OAB ainda não informou os detalhes da nova prova que será realizada para os candidatos de Salvador.

Por meio de nota, a Unijorge informou que o prédio 1 do campus Paralela é frequentemente alugado para realização de provas e concursos. Nessas ocasiões, o locatário assume na totalidade a operação do espaço, sendo responsável por limpeza, acesso, segurança, dentre todas as outras atividades necessárias para o pleno funcionamento do local. Segundo a instituição, esta é a primeira vez que é registrado um incidente do tipo.

Por G1