Acidente de trânsito vira doença de notificação obrigatória na Bahia


A Bahia é o primeiro estado do Brasil a incluir os acidentes de trânsito na lista de doenças de notificação compulsória (obrigatória), para interesse de saúde pública. A portaria, assinada pelo secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, foi publicada nesta sexta-feira (10), no Diário Oficial do Estado, e busca aperfeiçoar as estatísticas do setor e avançar no mapeamento das localidades e zonas de maior incidência.

Graças aos registros do sistema de informações hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS), é possível estimar com considerável precisão o número de mortos por acidentes de trânsito e, mais especificamente, de motocicletas. No entanto, de acordo com o secretário, as vítimas não fatais são de difícil mensuração. “Com esse decreto teremos números mais precisos, pois a notificação compulsória é obrigatória para os profissionais de saúde e responsáveis pelos serviços públicos e privados de saúde. Sabemos que a subnotificação é gigantesca, mas se aceitarmos os números oficiais de feridos internados, teremos aproximadamente para cada um morto, cerca de 20 a 25 motociclistas sobreviventes no Brasil”, explica Vilas-Boas. O secretário ressalta ainda que hoje não é possível identificar os casos de acidentes de trânsito que dão entrada nos hospitais, pois são registrados como politraumatismo, traumatismo craniano ou fraturas de membros e não como acidentes de trânsito.

Apenas na Bahia, entre os anos de 2000 e 2017, foram registradas 34.534 mortes em acidentes de trânsito, o equivalente à população de cidades baianas como Cachoeira ou Riachão do Jacuípe. Deste total, 6.695 pessoas estavam dirigindo motos, enquanto 12.080 eram ocupantes de carros.

Se o número de mortos surpreende, o de acidentados é de assustar. Apenas nos seis primeiros meses de 2015, o Hospital Geral do Estado (HGE), na capital, bem como o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, Hospital Geral de Camaçari (HGC) e o Hospital Geral de Guanambi (HGC) registraram 3.571 acidentes envolvendo motociclistas, o que dá uma média de quase 20 entradas na emergência por dia.

O presidente da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego seção Bahia (Abramet-Ba), Antonio Meira Júnior, explica que não haverá dificuldade na implementação do decreto nas unidades de saúde, visto que o Código Internacional de Doenças (CID) já permitia isso, apesar da pouca utilização. “No preenchimento dos documentos médicos, o CID: V23.4 especifica, por exemplo, motociclista traumatizado em colisão com um automóvel (carro), pick up ou caminhonete, mas, às vezes, o registro era feito com outro código”, pontua.

Por Ascom

Cunha diz à Justiça que não recebeu dinheiro da JBS para ficar em silêncio


Irmãos Joesley e Wesley Batista disseram na delação que Temer deu aval para comprarem o silêncio do ex-deputado. Cunha disse ainda que passa por ‘penúria’ financeira.

O deputado cassado Eduardo Cunha presta depoimento à Justiça Federal em Brasília (Foto: Reprodução, Justiça Federal)

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) disse nesta segunda-feira (5), em depoimento à Justiça Federal em Brasília, que não recebeu dinheiro da empresa JBS para ficar em silêncio.

Os irmãos Joesley e Wesley Batista, do grupo que controla a JBS, disseram ao Ministério Público que receberam o aval do presidente Michel Temer para comprar o silêncio do ex-deputado.

Em seu acordo de delação premiada, que está sob investigação, Joesley entregou o aúdio de uma conversa dele com Temer em que o presidente diz “tem que manter isso aí”, após o empresário afirmar que está bem com Eduardo Cunha.

Segundo a denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República contra Temer por obstrução à Justiça, o presidente se referia à compra do silêncio de Cunha.

Cunha chamou a denúncia dos irmãos Batista de “forjada” e disse que foi uma tentativa de “pegar” o mandato de Temer.

“Não existe essa história de dizer que eu estou em silêncio ou que eu vendi o meu silêncio para não delatar. Eu atribuo isso […] para justificar uma denúncia que pegasse o mandato do Michel Temer. Essa é que é a verdade. Deram uma forjada e o Joesley foi cúmplice dessa forjada”, afirmou Cunha.

A defesa do presidente da República também vem negando a denúncia, desde que a delação dos irmãos Batista se tornou pública.

Cunha disse que conheceu Joesley Batista bem antes do que o empresário afirma. O ex-deputado contou que foi apresentado ao dono da JBS pelo também delator Lúcio Funaro em 2011, e não em 2014, como afirmou o empresário.

“Eu comprovo várias relações e encontros com ele. E talvez tenha até mensagens”, declarou durante a audiência.

‘Penúria’ financeira

Preso desde outubro de 2016, Cunha disse que atualmente não possui nenhuma renda. Ele citou o bloqueio dos bens e disse que está passando dificuldades.

“Estou em absoluta penúria”, afirmou o ex-deputado. Ele se queixou das dificuldades para bancar os gastos com sua defesa, como o pagamento de honorários ao advogado e das passagens para eles se reunirem em Curitiba, onde ex-deputado está preso.

Cunha disse que, por esse motivo, a sua defesa tem sido cerceada e que a sua transferência temporária para Brasília para depor e acompanhar os interrogatórios dos demais réus tem facilitado o contato com seu advogado.

‘Tudo é o Eduardo Cunha’

O ex-presidente da Câmara prestou depoimento em uma investigação sobre o suposto esquema de propinas envolvendo financiamentos do Fundo de Investimentos do FGTS (FI-FGTS), administrado pela Caixa Econômica Federal.

O esquema é investigado pela Operação Sépsis, um desdobramento da Lava Jato. Além de Cunha, também são réus nesse processo Lúcio Funaro, Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa, e Henrique Eduardo Alves, ex-ministro e ex-presidente da Câmara.

Cunha atacou Funaro logo no início do depoimento. O operador do PMDB, em audiência no fim de outubro, confirmou a existência do esquema de corrupção e listou políticos do partido que teriam se beneficiado, como Cunha e o presidente Michel Temer.

“A delação que ele [Funaro] faz agora está me transformando num posto Ipiranga. Tudo é Eduardo Cunha”, disse o ex-presidente da Câmara.

Cunha refutou as acusações de corrupção e disse que irá contestar todas. “Nenhuma delas é verdadeira e eu quero rebater cada ponto delas”, continuou Cunha.

Ao detalhar a sua relação com Funaro, Cunha disse que os dois se aproximaram em 2003, quando o operador fez doações para a campanha do ex-deputado.

A partir daí, contou que se tornaram amigos e começaram a operar juntos no mercado financeiro.

“O fato de ele [Funaro] dizer que não é doleiro, é só quebrar o sigilo. Essa muita movimentação é que vai mostrar que ele era doleiro”, disse Cunha. “Isso é só para explicar que ele era doleiro, apesar de negar”, completou.

Cunha relatou ainda diversas situações em que as informações políticas beneficiaram Funaro e ele nessas operações. “Eu tinha muito boas informações e ganhava na maioria. O Lúcio começou a entender que as informações que vinham de Brasília acabavam tendo repercussão no mercado financeiro”, disse.

Por conta disso, segundo o ex-deputado, Funaro ficou interessado em disputar uma vaga como deputado por Pernambuco, mas cabou desistindo das suas pretensões eleitorais porque seu nome veio à tona no escândalo do mensalão.

Cunha negou que Funaro tenha relação com o PMDB e seja operador de propina do partido, conforme acusa o Ministério Público.

“Nenhuma [relação com o PMDB], zero, zero. Ninguém sabe quem é Lúcio Funaro. Operador nenhum, operador coisa nenhuma. É uma historia que ele está criando para ter uma delação. Todo mundo que ele conheceu foi através de mim”, declarou o ex-deputado.

Michel Temer

Em seu depoimento, Eduardo Cunha isentou Michel Temer de ter relação com Funaro.

“Lúcio Funaro nunca teve acesso ao Michel Temer”, disse Cunha. Segundo o ex-deputado, as três ocasiões de encontro citadas por Funaro em sua delação não são verdadeiras.

Uma delas teria sido em um culto religioso em um templo, outra em um comício de campanha e a terceira na base aérea de São Paulo.

“O culto era em um lugar para 12 mil pessoas sentadas e não é qualquer um que entra no púlpito. O Temer estava no púlpito, o Lúcio não deve nem ter passado perto”, disse.

E continuou: “É mentira. Só se houve outros momentos. Na minha frente, ele nunca cumprimentou o Michel Temer. Nessas três ocasiões, eu estava com Michel Temer”.

Recusa em analisar assinatura

Durante a audiência, o representante do Ministério Público questionou Cunha sobre um papel entregue momentos antes pela defesa do doleiro Lúcio Funaro. O procurador queria saber se a assinatura que constava no documento era dele, mas o ex-deputado se recusou até mesmo a olhar o papel.

Ele alegou que só responderia depois que o documento fosse formalmente juntado ao processo e uma perícia, feita. “Faça o juntamento [aos autos], com a perícia comprovando que é minha a letra, e aí venha me questionar”, contestou Cunha.

Cunha negou que Funaro pagasse contas pessoais suas, mas admitiu que às vezes usava a estrutura do escritório dele, em São Paulo, para fazer pagamentos. Ele justificou que isso era necessário porque, quando estava na cidade, não tinha assessoria parlamentar como em Brasília ou no Rio de Janeiro.

“A nossa atividade deixa a gente muito desregrado com a nossa vida pessoal, às vezes pagava muita coisa atrasada”, disse.

 Com informações do G1

Em Brasília, políticos reforçam coro por candidatura de Carletto ao Senado


Os prefeitos de Caravelas e Mucuri, Silvio Ramalho (PMDB) e Carlos Simões (PDT), respectivamente, estiveram reunidos, em Brasília, com o vereador Joceval Rodrigues (PPS) e o presidente da Câmara Municipal de Cruz das Almas, Renan de Romualdo (PMDB). No encontro, eles trataram sobre assuntos das suas cidades, bem como reforçaram o coro pela candidatura de Ronaldo Carletto ao Senado.

Para o vereador Joceval Rodrigues, uma candidatura do deputado federal Ronaldo Carletto ao Senado é uma possibilidade, já que o pepista, do partido do vice-governador João Leão, tem se articulado bastante em torno deste objetivo. “Conversamos sobre diversos assuntos referentes às quatro cidades que representamos, mas o assunto Carletto também foi debatido. Podemos dizer que rogamos pela candidatura dele ao Senado”, disse.

As especulações em torno do nome de Carletto para disputar uma das duas vagas baianas que estarão em jogo no Senado Federal em 2018 ganharam a imprensa desde o início do ano, quando também foi especulada uma possível troca de partido do deputado federal como maneira de se fortalecer para a disputa. Carletto é empresário e, atualmente, filiado ao Partido Progressista.

Com informações: Tribuna da Bahia

Cerca de 75% dos Municípios da Bahia vão demitir funcionários para fechar contas


Cerca de 75% das prefeituras do estado da Bahia decidiram demitir funcionários municipais porque estão sem recursos nos cofres públicos e dificuldade para realizar o pagamento da folha mensal, em estratégia para conseguir fechar as contas do final de ano.

Preocupados com a situação dos municípios baianos, prefeitos baianos realizaram protesto na quarta-feira (26) em Salvador.( Foto: CORREIO).

Com a chegada dos últimos meses de 2017, e sem expectativa de aumento da receita, além das demissões de funcionários, a União dos dos Municípios da Bahia (UPB), estima que 50% dos prefeitos de cidades baianas não devem conseguir pagar o 13º integralmente, o que é um direito do trabalhador.

As demissões, que foram iniciadas no mês de agosto deste ano, quando os os prefeitos notaram dificuldades para fechar as contas do município e efetuar o pagamento dos salários, têm consequências sociais, especialmente em pequenas cidades do interior do estado, onde o serviço público municipal representa a maior fonte empregatícia.

Os gestores também temem ultrapassar o valor constitucional instituído de gastos com funcionários (54% da receita total), principal fator que leva à rejeição das contas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), pois com contas públicas reprovadas, além de pagar multas, eles ficam inelegíveis.
Com Informações do Correio

ACM Neto é escolhido personalidade política do ano


O prefeito ACM Neto está entre as personalidades que mais se destacaram no Brasil este ano, de acordo com a Editora Três, responsável pela publicação Revista IstoÉ. O prefeito foi escolhido como “Personalidade do Ano na Categoria Política” pela liderança, popularidade, influência nacional e pelos resultados à frente da Prefeitura de Salvador.

A entrega do prêmio acontecerá em São Paulo, na Casa de Espetáculos Tom Brasil, no dia 4 de dezembro.

Além de ACM Neto, também serão premiados os destaques nas áreas de Justiça, Esporte, Televisão, Gestão, Moda, Teatro, Comunicação, Música e Cultura.

O Dr. Chegou! O que era um sonho, hoje está virando um pesadelo, em Itamaraju


O povo de Itamaraju que sonhou com uma renovação na política, elegeu Dr. Marcelo Angênica (PSDB) e seu vice Téa Produções (PRTB) com a esperança de dias melhores para o município.

   Téa Produções e Dr Marcelo Angênica
Há sete anos, Marcelo Angênica nascido em Mantena-MG chegava em Itamaraju, médico formado ganhou fama de bom cirurgião, começou a trabalhar no Hospital da cidade e também atendia em clinica particular.

A população que já estava cansado dos velhos grupos políticos, se encantou muito rápido com o excelente médico de estatura mediana, simples e novo. Com o jargão ‘O doutor chegou’ ele que nem era conhecido, foi crescendo e ganhou apoio dos famosos aliados capixabas, lideranças do CDL, do ex petista Dalvadisio Lima e do produtor de eventos Téa Produções.

Na campanha eleitoral foi criada uma grande expectativa pelas promessas de salvar a saúde, melhorar a educação, aumentar o investimento na agricultura e gerar empregos. Empolgados com suas promessas e cansados de uma péssima saúde a população elegeu Dr. Marcelo com 14.848 votos.
Com discurso de bonzinho e honesto, Dr. Marcelo tomou posse e logo em seguida começou a fazer uma trapalhada atrás da outra, começando quando empregou sua esposa e a do vice Téa Produções com secretárias de governo, e em seguida deu gratificações de 100% para a maioria dos seus apadrinhados políticos, editais de licitações publicados, retirados e denunciados, licitação de transporte escolar supostamente direcionado para um apoiador de campanha, perseguição a ambulantes e a lideres de entidades, processos contra jornalistas, radialistas e internautas que criticavam seu governo, tentativa de contrato milionário com empresa de advocacia, licitação milionária para compra de manilhas, prestação de serviço por empresas ligadas ou de propriedade de secretários, férias remuneradas da primeira dama, falta de atendimento no Hospital Municipal e Postos de Saúde e dentre outras várias acusações.
Na última semana a descoberta de um carro, que na prestação de contas à Justiça Eleitoral, aparece como de propriedade do prefeito Marcelo Angênica (PSDB) e no site do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), está na lista como alugado ao município de Itamaraju, isso quer dizer que Dr. Marcelo alugou o seu próprio carro para prefeitura. Como na maioria das desculpas, o prefeito declarou a um erro de sistema.

Estarrecida a comunidade vem perdendo o encanto pelo isolado Prefeito Marcelo Angênica e sua boa parte de Secretários altamente despreparados, arrogantes, petulantes e que acham que são os donos de Itamaraju. Segundo aliados, o governo de Marcelo esta dividido em três grupos que não se entende.

Algo que o prefeito Dr. Marcelo Angência deve ter feito e muito bem, foi acordos com a maioria dos vereadores, pois para muitos da câmara legislativa está tudo bem, está tudo ótimo. Claro que para quem abrir a boca e ficar a favor do povo, perdem suas mamatas, mensalinhos e empregos de seus apadrinhados políticos.

O grupo Fiscaliza Itamaraju vem tirando o sono do Prefeito Dr. Marcelo Angênica e com a ultima denuncia de locação do seu próprio carro, Dr. Marcelo poderá ser processado por crime de improbidade administrativa e pode até ser afastado do Governo.

Por Cocobongo

Aluna do Colégio Municipal Algeziro Moura compõe poesia e encanta a todos com sua ternura no 12º Festival Gastronômico de Prado


Valdinéia dos Santos Cruz é uma jovem de Cumuruxatiba, aluna da professora Zenaide Hermano Azevedo, que cursa o 9º ano de ensino, do Colégio Municipal Algeziro Moura, situado naquela localidade.

A jovem participou do XXVII Recital de Poesias e destacou-se com o poema de sua autoria “Não se Cale”. Esse poema é uma forma de protesto ao combate à violência doméstica contra a mulher.

No sábado (14/10) Valdinéia se apresentou publicamente no espaço cultural do 12º Festival Gastronômico de Prado, onde brilhantemente declamou “Não se Cale”. A aluna foi aplaudida por toda equipe da Secretaria Municipal de Educação, pela secretária Iralúcia Sincorá, coordenadores, diretores, professores, alunos das escolas, turistas e visitantes que marcaram presença no evento.

As escolas do município do Prado têm feito trabalhos brilhantes com os alunos, através das equipes do seu corpo docente que exercem suas funções com dedicação, competência, criatividade e muito amor. Parabenizamos todos envolvidos, em especial a prefeita Mayra Brito que está sempre receptiva as demandas da secretaria de educação, pois como ela sempre diz: “A educação é à base de tudo para o futuro do Brasil.”

Breve vamos divulgar as poesias com os autores vencedores do concurso de Recital de Poesias que também estiveram no 12º Festival Gastronômico.

NÃO SE CALE

Em revista, jornais, internet e televisão.
Vejo e sinto revolta com tanta judiação;
Mulheres perdendo a vida.
Que coisa mais descabida
E eu não vejo solução

A mulher é mãe e filha,
Esposa e amante também,
Mas não nasceu para ser afrontada,
Por ninguém.

Cada vez que vejo o sangue,
De uma mulher atingir o chão,
Sinto um profundo aperto,
Dós demais meu coração,
Ver mulheres assassinadas,
Covardemente violentadas,
Que sortida situação.

Não denuncie seu marido,
Se a queixa for retirar,
Ele vai prometer mil vezes,
Porém nunca irá mudar.

Quem ama nunca tortura,
Não caia em falsa jura,
Não se deixe dominar.

Mulher não é mais escrava e,
Cativa de um senhor,
Os tempos hoje são outros,
Por isso faça-me um favor!
A mulher pode se manter,
Não precisa se submeter,
À morte, castigo e dor.

A violência doméstica,
É bem ruim com certeza,
É dormir com o inimigo,
É viver sempre indefesa,
A mulher tem que acordar,
Com muita garra lutar, 
Em prol da sua defesa.

Por isso, eu digo com firmeza,
Todas juntas não estamos indefesas,
Somos fortes, somos capazes,
Vamos falar, vamos lutar,
A violência doméstica
Tem que acabar.
Não se cale!

Sesab entrega ao extremo sul da Bahia os ônibus que vão atender os 13 municípios conveniados do Consórcio Interfederativo de Teixeira de Freitas


Os consórcios Interfederativo de Saúde ganharam 53 micro-ônibus para transportar pacientes entre os municípios-polo e as cidades que assinaram os convênios.
O contrato de aquisição dos veículos, foram fornecidos pela Man Latin America, a publicação está no Diário Oficial da União (DOU). Cada veículo custou R$ 263 mil, resultando em um valor global de R$ 13,369 milhões. Os veículos, de modelo executivo, estão plotados e equipados com itens de acessibilidade. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (SESAB), seis consórcios receberão os micro-ônibus mencionados no contrato: Teixeira de Freitas, Irecê, Guanambi, Jequié, Brumado e Ribeira do Pombal.


No caso do consórcio de Teixeira de Freitas, os ônibus chegaram nessa quinta-feira (05) e estão lindos. Eles vão atender as necessidades dos treze (13) municípios conveniados da nossa região. O governo do estado disponibilizou para essa área sete (07) ônibus, sendo que seis (06) deles vão atender as rotas, e um (01), vai ficar como reserva. Informamos que dos ônibus disponibilizados, um (01) ficará permanente no município de Prado para fazer o trajeto duas vezes por dia.


Quanto à data de abertura da policlínica do consórcio de Teixeira de Freias, essa ainda não foi definida. Estamos aguardando contato da SESAB nos informando o dia da inauguração, que contará com a presença do Excelentíssimo Governador do Estado da Bahia, Rui Costa e demais autoridades.

Por ASCOM

Secretaria de Agricultura promove mutirão para emissão ou renovação da DAP – Declaração de Aptidão ao PRONAF


A Secretaria Municipal de Agricultura avisa a todos os interessados, que realizará em parceria com a BAHIATER, um mutirão dia 26 e 27 de setembro, a partir das 9 horas, na Prefeitura Municipal de Prado. Um “MUTIRÃO” para EMISSÃO ou RENOVAÇÃO da DAP – Declaração de Aptidão ao PRONAF.

Documentos necessários:
• Xerox dos documentos pessoais (RG e CPF);
• Se for casado – xerox dos documentos da esposa ou do esposo (RG e CPF);
• Documentos da propriedade ou contrato de comodato em nome do titular da DAP.

Eliete Ferreira de Oliveira Amaral – Secretária Municipal de Agricultura

Com apoio de mergulhadores, ação batizada de ‘Lixo Zero’ recolhe dezenas de pneus do mar


Ação ocorreu na manhã deste domingo (24), na praia de Roma, região da Cidade Baixa.

Ação reuniu cerca de 80 mergulhadores na manhã deste domingo, em Salvador (Foto: Divulgação/Projeto Lixo Zero)

Uma ação de limpeza e conscientização ambiental batizada de “Lixo Zero” reuniu cerca de 80 mergulhadores na praia de Roma, região da Cidade Baixa, em Salvador, durante a manhã deste domingo (24). Segundo os organizadores, eles conseguiram retirar cerca de duas toneladas de objetos do fundo do ar – entre eles, dezenas de pneus.

Material recolhido por mergulhadores (Foto: Divulgação/Projeto Lixo Zero)

A ação começou por volta das 8h30, e contou também com o apoio de familiares dos mergulhadores, que ajudaram na retirada do material. Ainda de acordo com os organizadores, todo o lixo recolhido foi depositado em coletores para ser apanhado pelo sistema de recolhimento da prefeitura, por meio da Limpurb.

Fonte G1