Federação Baiana realiza peneira de futebol feminino em Prado


Está acontecendo no Campo de Futebol Olímpio Braga, neste sábado (08), uma “peneira” de futebol feminino realizado pela FBF Federação Baiana de Futebol em parceria com a Liga de Futebol de Pradense, na oportunidade participam garotas de toda região, inclusive de Prado, o objetivo é buscar novos talentos e aproveitar essas meninas para disputar o campeonato Baiano da categoria.

54d220c8-c414-42bf-a7d2-cc493ba61182

Uma iniciativa muito boa por parte da Liga, que buscou através da FBF a viabilização para que o evento fosse realizado em no município pradense. A “peneira” está sendo um sucesso, disse o secretário de Turismo, Esporte e Cultura, Joklébio Coelho, acompanhado do Diretor de Esporte Luciano Bolete e do Diretor de Cultura Eujácio Muniz.

231eb97a-7f91-4263-b310-358d7107c9b3

Os responsáveis por avaliar, aprovar e reprovar as candidatas serão Mário Augusto Filgueiras, técnico e coordenador do São Francisco, e Solange Bastos, ex-jogadora da Seleção Brasileira e técnica do Flamengo de Feira. A dupla está tendo o apoio logístico do presidente da Liga de Futebol de Pradense, Alessandro Mascarenhas Novaes.

ebe21c5b-4887-4adc-b142-2529e22ad40a

Em conversa com o Site Prado Notícia, Mário Augusto se mostrou otimista para a segunda edição do projeto. “Como sempre digo, é um projeto pioneiro, que serve de exemplo para todo o país. É ousado, nunca uma Federação de Futebol no Brasil havia acolhido e dado total apoio logístico e financeiro a um projeto como esse. Ano passado deu certo e neste ano esperamos repetir. Com certeza já deu certo também. Contamos com a presença das meninas da região e temos a expectativa de avaliar no mínimo 50 atletas”, destacou ele, que em 2015 levou a jovem Ayla, atacante, proveniente da Caravana e do sorteio, que até hoje atua pelo São Francisco.

Projeto Social “RAME, Samurai Incansàvel” realiza o 2º Workshop Rio Bahia


Atletas discípulos do mestre Francisco Soares 7°DAN (segunda maior autoridade em artes mistas do Rio de Janeiro), munidos e autorizados pelo mesmo, realizaram II Workshop com alunos da Equipe RAME Bahia de Prado.

IMG-20160913-WA0005

Do dia 7 ao dia 10 deste mês os alunos do Projeto Social “RAME, Samurai Incansável” em Prado, foram gratificados com a visita dos atletas da Federação do RAME do Rio de Janeiro. Gilberg Pereira (faixa preta II DAN) e Aline Silva (faixa marrom), fizeram o intercambio RIO X BAHIA, e desenvolveram o Workshop no município de Prado, com alunos do professor Nil Viana (faixa preta).

IMG-20160913-WA0007 1

O Workshop foi dividido em várias etapas, onde houveram aulas de RAME, que se resume em um estilo de luta solta baseada na esquiva, defesa pessoal, ataque, golpes direto de mão de pé, combate corpo a corpo em condições ideais para finalização da luta em uma harmonia de movimentação e encadeamento eficaz.

IMG-20160913-WA0006 1

Os alunos foram surpreendidos na manhã de sábado com a graduação e troca de faixas. 23 alunos foram graduados. Tal acontecimento é realizado pela segunda vez em Prado e, como da primeira vez, foi regado a muita emoção, sentimento de vitória e orgulho entre os professores, alunos e pais presentes. O evento que teve apoio da prefeitura de Prado bem como dos familiares dos alunos contou com a participação de crianças, jovens, adolescentes e adultos.

Mais um jovem Pradense caminha para brilhar no cenário nacional do futebol


Mais um jovem Pradense caminha para brilhar no cenário nacional do futebol. O atacante Dhonata Tavares, desembarcou na Toca da Raposa para os primeiros testes no Cruzeiro.

5a4531ea-b9ae-4b23-866c-a8c255186a88 (1)

Dhonata tem 13 anos e é pradense, começou a jogar na Escolinha América FC de Prado, sendo destaque da Copa Teixeira 2016, chamando a atenção do time do Cruzeiro.

Dhonata viajou no último sábado e vai passar por vários testes de avaliação durante a manhã desta terça-feira (06), pelo time de Cruzeiro, clube que revelou tantos craques para o esporte mais popular do país. “estou muito feliz por chegar ao Cruzeiro”- finaliza Dhonata Tavares.

eac922a1-5c55-4fbe-a526-419cc69b3e16 (1)

Caso o atleta seja aprovado, o mesmo, será integrado às categorias de base do Cruzeiro Esporte Clube.

 

Com gol de Túlio, Vitória bate o Atlético Paranaense por 1 a 0 na estreia da Salvador Cup


Com um gol de falta do jovem pradense, Túlio Humberto, o time sub-16 do Vitória bateu o Atlético Paranaense por 1 a 0 na estreia da Salvador Cup.

IMAGEM_NOTICIA_3

O jogo foi realizado no campo de grama sintética do CT da equipe baiana, na manhã desta quarta-feira.

Às 14h30 desta quarta, o Leãozinho volta a campo para encarar o Corinthians, no mesmo local, pela segunda rodada da competição.

Na fase classificatória, as partidas da Salvador Cup têm apenas 50 minutos de duração, sendo dois tempos de 25 minutos cada, com intervalo de 10 minutos.

O Vitória bateu o Furacão com Yuri; Túlio, Igor, Marco Antônio e Gabriel Santos; João, Edicarlos e Felipe; Luan, Gabriel Santiago e Lucas.

JOGOS DO VITÓRIA – 1ª FASE

Quarta, dia 24, às 8h, no CT 3 do Complexo Barradão
Vitória 1 x 0 Atlético Paranaense

Quarta, dia 24, às 14h30, no CT 3 do Complexo Barradão
Vitória x Corinthians

Quinta, dia 25, às 9h40, em Pituaçu
Bahia x Vitória

Quinta, dia 25, às 15h40, no Wet’n Wild
MAF x Vitória

Sexta, dia 26, às 8h, em Pituaçu
Vitória x Sport

Foto: Francisco Galvão/EC Vitória (confira mais fotos do jogo na fan page oficial do clube)

Rubro Negro Sangue Bom: Fla Texas realiza doação de sangue no HEMOBA de Teixeira


Teixeira de Freitas: Na tarde desta quinta-feira, 11 de agosto, a Fla Texas, torcida organizada do Flamengo em Teixeira de Freitas, realizou uma bonita e emocionante ação de doação de sangue. Com o tema “Rubro Negro Sangue Bom”, os integrantes da Fla Texas, foram até o HEMOBA, que está com seu banco de sangue baixíssimo, e fizeram doação.

A Fla Texas foi criada pelos amigos Glaubinho, Raphael Sânzio, Wilson, Itamar, Barreto, Carlos e Duda, que além da paixão pelo clube Mais Querido do Brasil, o Flamengo, via a necessidade de um local para se reunirem e assistirem aos jogos do clube e confraternizarem com a família e os amigos. Então, após criação do grupo de WhatsApp, a Fla Texas cresceu, e em maio deste ano a Torcida Organizada foi criada.

Formada por cidadãos e cidadãs de bem, profissionais de diversas áreas, a Fla Texas, preocupada com o lado social, e com o baixo estoque no banco de sangue do HEMOBA, idealizou a doação coletiva. E assim, além dos integrantes da Fla Texas e torcedores do Flamengo, toda a sociedade foi chamada para doar sangue. Em entrevista à nossa reportagem, o Dr Raphael, que integra a Fla Texas, falou da importância de doar sangue. O mesmo lembrou que de cada 03 pessoas, 01 irão precisar de sangue alguma vez na vida.

Já Wilson da ADAT, local onde a Fla Texas se reúne no Bairro Tancredo Neves, falou em entrevista, de como foi, da ideia até a criação da Organizada. O mesmo ainda falou das viagens já realizadas, e garantiu que a Fla Texas é pé quente, já que no último fim de semana foram ao Espírito Santo, e acompanharam o triunfo de 1 X 0 do Flamengo. Wilson ainda disse que a Fla Texas se reúne na ADAT, em todos os jogos do Flamengo, onde além de rever amigos, tem sempre um bate-papo descontraído e, claro, muita torcida ao Mais Querido do Brasil.

A campanha foi a primeira da Fla Texas, que promete ainda diversas ações visando o social, e que ações em orfanatos, asilos e em ONG’s serão realizadas. O HEMOBA segue sua campanha para conseguir ainda mais doadores, já que a necessidade é maior que o atual banco de sangue do órgão. O HEMOBA fica na Rua Massanori Nagão, próximo ao Shopping Teixeira Mall, no Centro.

Por: Rafael Vedra/Liberdadenews

Liminar veta repressão a protestos e expulsão de manifestante na Rio 2016


Uma decisão liminar da Justiça Federal no Rio de Janeiro determinou, nesta segunda-feira (8), que a União, o Estado do Rio de Janeiro e o Comitê Rio 2016 deixem “de reprimir manifestações pacíficas de cunho político em locais oficiais durante a realização dos Jogos Olímpicos de 2016”.

protesto-ap
Protesto durante jogo da Olimpíada no Engenhão, no Rio (Foto: Leo Correa/AP)

protesto-apA decisão é do juiz federal substituto João Augusto Carneiro de Araújo, do Tribunal Regional Federal. Cabe recurso contra a decisão, que ainda terá o mérito (julgamento definitivo nesta instância) avaliado.

O magistrado tomou a decisão provisória ao analisar ação proposta pelo Ministério Público Federal (MPF). Na sentença, ele fixou multa de “R$ 10 mil por cada ato que viole a presente decisão”.

“Defiro o pedido de concessão da tutela de urgência para o fim de determinar aos réus que se abstenham, imediatamente, de reprimir manifestações pacíficas de cunho político nos locais oficiais, de retirar do recinto as pessoas que estejam se manifestando pacificamente nestes espaços, seja por cartazes, camisetas ou outro meio lícito permitido durante os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos RIO2016, sob pena de multa pessoal ao seu responsável no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por cada ato que viole a presente decisão, sem prejuízo das demais sanções previstas legalmente”, afirma o magistrado no despacho.

Torcedor retirado do Sambódromo
No último sábado (6), um vídeo compartilhado no Facebook mostrava um espectador da prova de tiro com arco sendo retirado do Sambódromo por homens da Força Nacional. O homem exibia cartaz de protesto contra o presidente em exercício Michel Temer.

Em outro vídeo, torcedores foram abordados no Mineirão por agentes de segurança.

Na ocasião, as seleções femininas da França e Estados Unidos jogavam.

Os torcedores foram retirados por, supostamente, estarem usando camisetas com as letras que formavam a expressão “Fora Temer”.

No vídeo, um policial explica que os torcedores estavam violando o artigo o artigo 28 da Lei da Olimpíada, que restringe bandeiras e cartazes. Em seguida, o torcedor troca de camiseta por uma do Atlético Mineiro.

A lista de proibições e restrições nos locais de competições olímpicas deixa expresso ser proibido o uso de qualquer item que possa ser utilizado para realização de protestos na instalação, incluindo cartazes.

Avalição anterior do STF
Tal proibição de cunho político em estádios já foi considerada legal, em 2014, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), quando a corte analisou um recurso sobre a Lei da Copa.

Na ocasião, o PSDB contestou o dispositivo da lei que restringia o uso de bandeiras e cartazes nas arenas esportivas.O dispositivo da lei de 2014, assinada por Dilma Rousseff, proibia usar bandeiras “para outros fins que não o da manifestação festiva e amigável”.

Mas, em seguida, o texto dizia que era “ressalvado o direito constitucional ao livre exercício de manifestação e à plena liberdade de expressão em defesa da dignidade da pessoa humana”.

Por G1

A carioca Rafa, judoca da Cidade de Deus, leva o primeiro ouro do Brasil


O primeiro ouro brasileiro chegou na segunda-feira (8), terceiro dia de Olimpíada. Uma lutadora carioca, com uma história tipicamente brasileira, de garra e superação, entrou para o grupo dos heróis olímpicos. A judoca Rafaela Silva, a Rafa, como todos gritavam no ginásio, conquistou nesta segunda nossa primeira medalha de ouro nos Jogos do Rio.

rafa_reu
Enrolada na bandeira, Rafaela Silva comemora ouro chorando no meio da torcida (Foto: REUTERS/Kai Pfaffenbach)

Para onde ela olhava? Seria o ouro ali na frente? Ou era a Cidade de Deus, ali atrás, na memória dela, a menina da comunidade carioca?

Era o juiz autorizar o início da luta e ela só tinha olhos e mãos para o quimono alheio. Foram cinco combates para a rainha do wazari. Em todos os confrontos ela conseguiu o tal wazari, a valiosa pontuação.

24 anos, cara de brava, a agressividade na medida certa. E quem o destino pôs em frente ela? Hedvig Karakas da Hungria, a adversária que a eliminou na Olimpíada de Londres, há quatro anos. Na época, Rafaela foi desclassificada por ter levado a mão à perna de Karakas, e a regra não permite. Chorou ali, chorou depois. Vítima de preconceito racial nas redes sociais. Um ano depois, campeã mundial no Rio de Janeiro. Nesta segunda, tchau, Karakas. Vitória incontestável.

08082016-bz8i0005
Rafaela Silva não resiste e solta o choro com a medalha ouro no peito no pódio (Foto: ANDRE MOURAO/NOPP)

E aí, o que foi aquela semifinal? Contra a romena Corina Caprioriu, o equilíbrio total levou a luta par o tempo extra. Coração na boca: quem fizer o primeiro ponto leva. Rafaela! Não, o juiz voltou atrás. Foram os mais longos três minutos. Agora sim.

Na final contra Sumiya Dorjsuren, da Mongólia, ela foi impecável. Dominou o combate. Campeã olímpica.

“Em Londres, me criticaram: eu era uma vergonha para a minha família. Hoje eu pude fazer todos os brasileiros felizes com essa medalha aqui dentro da minha casa. Eu só posso falar que o macaco que tinha que estar na jaula em Londres hoje é campeão olímpico dentro de casa. Hoje eu não fui uma vergonha para a minha família”, desabafou a campeã.

Ser a única entre as sete judocas da seleção nascida no Rio, a poucos quilômetro da arena, é só uma das facetas de Rafaela Silva. Origem humilde, sobrenome simples e a primeira brasileira a ser campeão mundial adulta e agora campeã olímpica.

No pódio, sai a lutadora e olhar determinado. Ali é a moça que acaricia o ouro e se deixa emocionar. Rafaela Silva nunca esteve tão em casa.

Por G1

Brasileiro e argentino trocam socos e interrompem partida de tênis no Rio


A rivalidade entre brasileiros e argentinos apareceu logo nos primeiros minutos da partida entre Juan Martin Del Potro e João Sousa, nesta segunda-feira à tarde, pela segunda fase do torneio de simples da Olimpíada. Dois torcedores se provocaram durante uma das pausas e trocaram socos na arquibancada. Militares entraram no jogo, que foi paralisado, e retiraram os dois. O gringo deixou a quadra central mandando beijos e provocando quem o vaiava.

636062865681373143w
Briga entre dois torcedores esquenta clima do jogo entre Del Potro e João Sousa (Foto: EFE/EPA/MICHAEL REYNOLDS)

A confusão aconteceu ao fim do segundo game do primeiro set, quando o placar apontava um empate em 1 a 1. Os argentinos aumentaram o coro de apoio a Del Potro e alguns brasileiros rebateram com vaias. Dois homens, então, se desentenderam de forma mais dura e trocaram xingamentos. O argentino partiu para cima e acertou um soco no brasileiro, que revidou. A briga durou pouco, mas a partida precisou ser interrompida (os tenistas até saíram de quadra).

636062865658441143w
Argentino provoca ao ser retirado da arquibancada (Foto: EFE/EPA/MICHAEL REYNOLDS)

Sob o coro de “expulsa!” dos demais torcedores, os militares evitaram um conflito maior e levaram os dois brigões para fora da quadra de tênis – segundo a Força Nacional, eles ficarão fora do complexo até o fim da partida de Del Potro e depois estarão liberados para assistir aos demais jogos do dia. Na saída, os brasileiros responderam com aplausos, enquanto o “rival” provocava, ao apontar para a camisa da seleção argentina que usava e mandar beijos.

As provocações entre brasileiros e argentinos têm sido comuns durante as disputas olímpicas (o assunto já gerou reclamações no basquete). No tênis, não é diferente. O clima de rivalidade esquentou bastante na noite de domingo, quando Del Potro eliminou Novak Djokovic, número 1 do mundo e então favorito à medalha de ouro.

Os brasileiros torciam pelo sérvio, enquanto os argentinos vibravam a cada ponto de seu representante, que segue na disputa por medalha.

A briga deu ainda mais pimenta ao confronto entre Del Potro e João Sousa. Os argentinos, que exibiram dezenas de bandeiras na quadra central, aumentaram o coro a cada intervalo (às vezes até durante o ponto, pouco antes do saque) e irritaram os brasileiros, que estavam na torcida pelo tenista português.

Por Globo Esporte

Atletas pradenses de jiu jitsu são medalhistas no Campeonato Brasileiro 2016


Três atletas pradenses conquistaram medalhas no Campeonato Brasileiro X-Combat de Jiu-Jitsu profissional 2016.

O evento foi realizado no último sábado, dia 23 de julho no Ginásio do Tancredão, em Vitória-ES.  Além das medalhas de ouro de Carlos Henrique, 15 anos e do jovem Alderico, 12 anos, o atleta Carlos Alberto, 47 anos, conquistou duas medalhas  de ouro.

afa59cae-07fd-44da-9074-54caef5a226e

A competição reuniu milhares de atletas de diversas entidades do Brasil. Carlos Henrique foi Campeão na categoria juvenil leve, Alderico, foi Campeão no infanto juvenil pesadíssimo e Carlos Alberto foi Campeão na faixa Branca Sénior pesadíssimo e Campeão no Absoluto. Os atletas pradenses representaram a equipe Jiu Jitsu- Simetria Fight.

c80913bd-294a-4602-8251-cfe168e0729a

De acordo com Carlos, a busca pelo jiu jitsu está sempre crescente. Ainda é necessário maior incentivo por parte do poder público ao esporte e patrocínio para os atletas. Para o atleta, o jiu jitsu pode ser considerado uma arte marcial leve, que ensina primordialmente a se defender e usar a força e o corpo do adversário contra ele.

63ae762a-add4-48a4-a62e-69c39ba2deda

A academia Simetria Fight tem várias filiais na Bahia; Itabuna,  Itarantim, Teixeira de Freitas e Alcobaça (Prado). A Simetria Fight tem se tornado uma fábrica de campeões brasileiros e mundial. Não é atoa que é, a melhor Academia do Extremo Sul da Bahia.

1b3f92f0-7382-4a68-b4a0-d01561df3191

CONFIRA OS RESULTADOS:

🏆 Rodrigo Araújo – Campeão faixa preta master pena
🏆 Lucas Lima – Campeão faixa roxa adulto pena
🏆 Matheus Galvão – Campeão faixa azul adulto leve
🏆 Fábio Botelho – Campeão faixa branca adulto médio / vice campeão absoluto
🏆 Eduardo Lopes – Vice campeão faixa azul adulto pesado
🏆 Luiza – Vice campeã faixa Branca adulto médio
🏆 Carlos Alberto – Campeão faixa Branca Sénior pesadíssimo / campeão Absoluto
🏆 Carlos Henrique – Campeão faixa Branca juvenil leve
🏆 Alderico – Campeão faixa amarela infanto juvenil pesadíssimo

Os atletas informaram que precisam de patrocínio pois as despesas são altas e quem se disponibilizar em ajudar, terá sua empresa (marca), divulgada nos kimonos. Os empresário que quiserem apoiar esses guerreiros atletas, é só entrar em contato pelo número (73) 99827-2219.

 

Bahia empresta zagueiro Robson a time do Irã


O Bahia oficializou na noite desta terça-feira (19) o empréstimo do zagueiro Robson ao Esteghal, do Irã, até junho de 2017. O jogador, que começou o ano como titular, perdeu espaço no time após a chegada dos defensores Lucas Fonseca e Jackson.

RTEmagicC_robson-05-felipe-oliveira_02.jpg

Com o empréstimo, esta será a segunda vez que Robson jogará no exterior. Ainda no elenco sub-20 do Bahia, ele foi emprestado ao Kawasaki Frontale, do Japão.

Com informações do Ibahia