Na estreia de Luxemburgo, Flamengo vence o Botafogo no Maracanã


Alecsandro fez o gol do triunfo Rubro-Negro, que subiu para 17ª colocação, mas segue na zona de rebaixamento

exxmkt0q9d7q1hob6bcrd2yl5

Rio – O Flamengo interrompeu a sequência de oito jogos sem vitórias ao vencer o Botafogo, por 1 a 0, no Maracanã, neste domingo, na estreia do técnico Vanderlei Luxemburgo. Alecsandro fez o gol do triunfo. Os três pontos não tiraram o clube da Gávea da zona de rebaixamento. No entanto,  prometem deixar o ambiente mais tranquilo para o trabalho do novo comandante.

6v3tm7puqhhzfrauu3tvkgabu

Já o Glorioso segue sem embalar no Campeonato Brasileiro e continua na parte de baixo da tabela. Com 12 pontos, o time está na 13ª colocação e vê encurtar a distância para degola, pois está somente a dois pontos do Rubro-Negro, que tem 10 e ocupa a 17ª posição.

Para complicar ainda mais a vida do Alvinegro, na próxima rodada o clube recebe o Cruzeiro, no Maracanã, no sábado, às 18h30. O Flamengo viaja para Santa Catarina para pegar a Chapecoense, no domingo, às 16h, na Arena do Condá.

O JOGO

A partida começou acelerada principalmente pelo canto das duas torcidas que empurravam os times. Apesar disso, sobrava vontade e faltava criatividade. O Flamengo tinha mais a posse de bola, mas quem chegou primeiro com perigo foi o Botafogo. Sheik apareceu pela ponta direita na frente de Paulo Victor, chutou e acertou a rede pelo lado de fora. Edilson arriscou de longe. O goleiro rubro-negro, seguro, fez a primeira defesa do duelo.

47470mvk92a38udban2znflig

Quem sequer teve esta oportunidade foi Jefferson. João Paulo fez cruzamento perfeito, Alecsandro deixou Dória para trás e testou firme para abrir o placar: 1 a 0. O gol animou os rubro-negros, que passaram a ter mais produção ofensiva. Luiz Antonio quase fez o segundo. Invadiu a área, mas bateu fraco.

Na volta para segunda etapa, Vagner Mancini decidiu mexer na equipe. Zeballos entrou no lugar de Bolatti para tentar fazer o Glorioso ter mais posse de bola. A alteração não surtiu tanto efeito. O jogo caiu de rendimento e nenhuma das equipes assustava a meta adversária. O Botafogo até se lançava mais ao ataque, mas pecava no momento de definir as jogadas.

A partida só esquentou a partir dos 30 minutos do segundo tempo por conta de entradas duras, que renderam alguns cartões amarelos: Alcesandro e Airton foram punidos. No final, o zagueiro Marcelo, do Flamengo, quase entregou o ouro. Zeballos roubou a bola, invadiu a área e chutou. Paulo Victor conseguiu salvar. No rebote foi marcado o impedimento do ataque botafoguense. O Glorioso ainda teve uma última chance, Jefferson foi para área, mas de nada adiantou. Fim de papo e vitória do Flamengo no Maracanã.

FLAMENGO 1 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Maracanã

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

Gols: Alecsandro (1ºT 32′)

Público: 43.112 pagantes / 52.378 presentes

Cartões Amarelos: Carlos Alberto (Botafogo), Léo Moura (Flamengo), Edilson (Botafogo), Alecsandro (Flamengo), Airton (Botafogo), Cáceres (Flamengo)

Cartões Vermelhos: Cáceres (Flamengo)

Flamengo: Paulo Victor, Léo Moura, Marcelo, Wallace, João Paulo; Cáceres, Luiz Antônio, Éverton, Mugni (Canteros); Paulinho (Negueba) e Alecsandro

Botafogo: Jefferson, Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Airton, Bolatti (Zeballos), Gabriel e Carlos Alberto (wallyson); Yuri Mamute (Daniel) e Emerson.

Por O Dia

Vídeo: Após duas assistências, Marquinhos comemora primeiro gol pela Raposa


Jogador de 24 fez seu terceiro jogo pelo Cruzeiro e já comemora seu primeiro tento no time

Marquinhos+Cruzeiro+v+Vitoria+K4Bs1VWJGKol
Jogador Pradense, Marquinhos Foto: Google

Quando chegou ao Cruzeiro, Marquinhos ganhou destaque pela velocidade capaz de imprimir dentro de campo. Com três jogos pelo time, no entanto, o jogador já vem mostrando que pode ser muito mais útil. Após colaborar com as duas assistências que valeram a vitória diante do Palmeiras, na semana passada, o jogador de 24 anos marcou seu primeiro gol com a camisa estrelada, neste sábado, diante do Figueirense. Veja o Vídeo:

– Graças a Deus, fico feliz, estamos crescendo a cada jogo. Isso é fruto do trabalho realizado, ficamos felizes pelo trabalho e espero que a gente possa continuar assim – falou o jogador, após a goleada de 5 a 0 no Mineirão.

O gol de Marquinhos é apontado como o mais bonito desta noite de sábado no Mineirão. O jogador recebeu de Marcelo Moreno próximo da meia-lua e finalizou para o gol com um ‘sem-pulo’ que foi morrer no cantinho do gol. Vale lembrar que no jogo passado, contra o Palmeiras no Pacaembu, por pouco o atacante não marcou outro golaço, em chute de fora da área.

Por LanceNet

R10 não vê Galo ser campeão, quase perde medalha e grava festa no celular


Jogador é o último a aparecer para comemoração, após assistir restante do jogo no vestiário. Um dia depois, posta mensagem de agradecimento: seria uma despedida?

Substituído aos 19 minutos do segundo tempo quando saudou a todos os torcedores na saída do gramado para o vestiário,Ronaldinho Gaúcho só reapareceu no gramado do Mineirão para celebrar a conquista da Recopa (veja no vídeo ao lado, a comemoração gravada pelo jogador), já com a festa em andamento. O jogador não acompanhou o restante da segunda etapa, nem os 30 minutos da prorrogação do banco de reservas. No tempo extra, o Atlético-MG virou a partida e venceu o Lanús-ARG por 4 a 3, conquistando o título. De calça, sapato, mas com a camisa 10 do clube, o meia chegou aos companheiros de forma tímida, mas logo em seguida começou a festejar. O atraso para retornar ao gramado quase custou caro a R10. Risonho, o meia percebeu que todos os companheiros tinham o prêmio pendurado no pescoço, enquanto ele não carregava nada. Próximo a um dos membros da organização, Ronaldinho logo foi atendido e também recebeu a medalha para depois começar a celebrar o título inédito na história do Atlético-MG. No dia seguinte, o meia alvinegro escreveu mensagem à torcida alvinegra nas redes sociais, em tom de despedida.

Logo depois, o meia começou a registrar toda a celebração com o celular que carregava desde o momento em que havia retornado para o campo de jogo. Muito animado, Ronaldinho desceu do palco montado no círculo central e gravou a festa dos companheiros, para logo depois participar da volta olímpica.

R10 registra cada momento da festa em campo (Foto: EFE)
R10 registra momentos da festa do Atlético-MG com celular e cumprimenta todos os companheiros em campo (Foto: EFE)

Além de registrar todos os momentos da conquista inédita do Atlético-MG, na mesma data em que o clube havia sido campeão da Libertadores na temporada passada, R10 ainda agradeceu à torcida atleticana pelo apoio durante a partida e fez questão de ressaltar os momentos de alegria que passou no clube.

 Despedida?

Minutos antes, assim que havia voltado ao campo, Ronaldinho fez questão de cumprimentar e abraçar todos os jogadores e membros da comissão técnica. Levir, que vem cobrando até publicamente o jogador nas últimas entrevistas, não foi excluído. Ambos se abraçaram e conversaram rapidamente. Membros do departamento físico, fisiológico, jurídico e da segurança também foram cumprimentados pelo meia, impressões que poderiam reforçar a hipótese de R10 estar de saída do clube.

Mas logo a possibilidade foi descartada pelo jogador e também pelo técnico Levir Culpi, que destacou o papel importante que o jogador alvinegro tem no grupo. Ronaldinho não estará no próximo jogo do Atlético-MG, já que foi liberado pela diretoria do clube alvinegro para participar do jogo de despedida do meia Deco, na próxima sexta-feira, em Portugal.

Ronaldinho Gaúcho beija a taça da Recopa, sua terceira conquistada pelo Galo (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)
Ronaldinho beija a taça da Recopa: a terceira conquista pelo Galo no novo Mineirão (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Depois de dar a volta olímpica com os jogadores, Ronaldinho Gaúcho ainda comemorou com os companheiros de clube e posou para fotos. Em uma delas, O jogador beijou a taça da Recopa, a terceira conquistada pelo jogador com a camisa do Atlético-MG. Além dela, R10 já havia levado a Libertadores e também o Campeonato Mineiro, ambos em 2013.

Ronaldinho Gaúcho posta sobre a aprceria com o Atlético-MG (Foto: Reprodução/Twitter)
Ronaldinho agradece “parceria” com o Atlético-MG e torcida (Foto: Reprodução/Twitter)

No dia seguinte…

Ronaldinho parece não ter dormido por muitas horas. No meio da manhã da quinta-feira, após a festa do título, o jogador utilizou as redes sociais para agradecer os momentos que passou com a camisa do Atlético-MG, desde o meio da temporada de 2012.

– Essa parceria deu muito certo!! Galo vai estar sempre no meu coração!! – escreveu o jogador, que não vem tendo bom rendimento com a camisa alvinegra nesta temporada.

Ronaldinho Gaúcho tem contrato com o Atlético-MG até o final da temporada, mas ainda não começou a negociar a sua permanência. Por faltarem apenas seis meses para o término do vínculo com o clube alvinegro, o jogador já pode assinar um pré-contrato com outra agremiação.

 Por Globo Esporte (*) Colaborou Gabriel Duarte

 

De vendedor de geladinha a titular do Cruzeiro: Marquinhos ganha chance


Atacante pode ter primeira chance entre os titulares justamente contra o ex-time

Mesmo com toda a concorrência e as várias opções do elenco do Cruzeiro, o recém-contratadoMarquinhos pode ter a primeira oportunidade nesta quinta-feira, contra o Vitória. Ex-jogador do tricolor baiano, ele treinou entre os titulares na atividade dessa terça, e pode ser a opção de Marcelo Oliveira para o retorno do Brasileirão.

20140715195205790050i

– Ainda não sei, não conversou nada comigo. Mas venho trabalhando, respeitando a todos, e buscando meu espaço. Se vou jogar, titular ou não, vou torcer para a equipe vencer, que é o mais importante.

O caminho acabou se abrindo para Marquinhos. Titular mais habitual da posição, Dagoberto se recuperou há pouco de lesão e ainda não retomou o ritmo de jogo ideal. Tão titular quanto Dagoberto, Willian está fora, já que o contrato de empréstimo com o Cruzeiro expirou. Enquanto o time celeste não acerta os detalhes para a permanência do ‘bigode’, ele segue treinando a parte. Sensação da intertemporada, Alisson seria o dono da vaga, mas voltou lesionado. Com isso, Marquinhos ser o titular pela esquerda e reencontrar um velho companheiro: o atacante Marcelo Moreno, com quem jogou na base do Vitória.

– Ele (Marcelo Oliveira) pediu para eu jogar como vinha jogando antes. Ajudando sempre na marcação do meio campo e ajudando o ataque. Fico feliz de jogar da maneira que gosto. Não vou ter dor de cabeça para me adaptar.

Marquinhos espera se adaptar é ao Cruzeiro. Integrar o elenco do atual campeão brasileiro é tratado por ele como uma chance especial. Aos 24 anos, com passagens por Palmeiras e Flamengo, o jogador revelado na base do rubro-negro baiano contou um pouco sobre o percurso até chegar a Toca da Raposa, em particular sobre o drama familiar vivido quando perdeu dois irmãos e cogitou abandonou o futebol.

– (Minha história) é meio triste e meio feliz, por tudo que passei. Queria desistir de jogar futebol, mas com a força dos meus pais e amigos que estou aqui. Pensei em desistir quando perdi o meu irmão, depois perdi outro. Mas ergui a cabeça junto com a minha família, continuei no meu trabalho para dar mais alegria para minha família, que é o mais importante.

Jogador de velocidade, Marquinhos nunca foi um artilheiro, mas ficou marcado por gols. Justamente em momentos pessoais difíceis ele acabou deixando sua marca. Na Bahia, ganhou o apelido de ‘artilheiro triste’, pois não comemorava os gols marcados logo após a morte do irmão, em 2011. Menos de dois anos depois, o fato se repetiu, quando o outro irmão faleceu.

Marquinhos falou da importância da família, em especial da mãe, na permanência e recuperação dele no futebol. Além dos momentos tristes, lembrou a boa época de infância, em Prado, no sul da Bahia. Antes de ser jogador profissional, Marquinhos foi um péssimo vendedor de ‘geladinho’, o chup-chup, em BH, e sacolé, em outros lugares do Brasil.

– É verdade. Quando eu ia para a escola, chegava em casa e ela (mãe dele) já estava com o geladinho no isopor pra eu vender. Eu falava que ia vender, mas quando chegava na rua deixava lá e ia jogar bola. Eu falava com ela que não conseguia vender, mas na verdade estava era largado. Às vezes eu mandava meus amigos tomar conta, mas eles chupavam o sacolé, quando eu chegava em casa não tinha como repor para minha mãe.

mm
Pelo Cruzeiro, Marquinhos pode fazer seu primeiro jogo oficial contra o ex-time (Foto: Felipe Oliveira/EC Vitória/Divulgação)

Marquinhos pode ter a primeira oportunidade oficial pelo Cruzeiro (ele participou dos amistosos nos Estados Unidos) diante do clube que o revelou e no qual estava até o meio do ano. Ele destacou a expectativa por um Vitória fechado nesta quinta-feira, o que exigirá paciência do Cruzeiro.

– A gente sabe que vai ser um jogo muito difícil. Joguei muito tempo lá e sei como eles são fora de casa, é um time que vem com uma postura diferente. Sabemos da dificuldade que vamos encontrar, mas acho que o caminho mais fácil é pelas laterais. É onde eles dão mais espaço. Mas vamos ter que ter tranquilidade para fazer uma grande partida e sair com os três pontos.

Por GloboEsporte

 

Gilmar Rinaldi é anunciado como novo coordenador de seleções da CBF


A reformulação continua após campanha frustrante do Brasil na Copa do Mundo. Depois de dissolver toda a comissão técnica, o presidente da CBF José Maria Marin anunciou a contratação do ex-jogador Gilmar Rinaldi como o novo coordenador de seleções da entidade.

gilmarrinaldi_gcom.jpg300
Gilmar Rinaldi é anunciado como novo coordenador de seleções da CBF

“Meu desafio é começar a definir uma nova filosofia. Algumas medidas serão tomadas com foco no projeto. Sempre pensando que o coletivo tem que prevalecer sobre o individual, é a base de qualquer grande empresa e grande time”, afirmou Gilmar. “Vou conversar com ex-jogadores, treinadores. O momento é de ouvir muito, ter humildade de saber o que está acontecendo. Tem muita gente que pode ajudar, são brasileiros e fazem parte da seleção”.

Como jogador, Gilmar foi campeão brasileiro por Internacional, São Paulo e Flamengo. Foi convocado por Carlos Alberto Parreira para a Copa do Mundo de 1994 e sagrou-se campeão mundial como terceiro goleiro da seleção brasileira.

Após sua aposentadoria, em 1999, trabalhou dois anos como superintendente de futebol do Flamengo. Depois de deixar a função, passou a trabalhar como empresário de jogadores. Já gerenciou a carreira do atacante Adriano e atualmente trabalha com os corintianos Danilo e Fábio Santos e com o volante Fábio Simplício, entre outros.

“Minha atividade de agente Fifa, que exerci com 14 anos, agora está extinta oficialmente, não existe mais. Meu foco é exclusivo a seleção brasileira. Agradeço muito ao presidente Marin, ao Marco Polo. Me sinto em casa. Sei dos ajustes que precisamos fazer e espero fazer o melhor para corresponder à expectativa”, disse Gilmar.

Por UOL

Após vexame na reta final da Copa, Felipão não é mais técnico da Seleção


Pressionado pelas goleadas sofridas contra Alemanha e Holanda, treinador deixa o comando do Brasil após um ano e meio no cargo e o quarto lugar no Mundial do país.

Luiz Felipe Scolari não é mais técnico da seleção brasileira. A derrota vexatória para a Alemanha, por 7 a 1, nas semifinais da Copa do Mundo, e o outro revés em seguida, na disputa pelo terceiro lugar, por 3 a 0, para a Holanda, decretaram a queda do comandante. Felipão assumiu no final de 2012, meses antes da Copa das Confederações, em 2013, onde o Brasil conquistou o título em cima da Espanha, vencendo por 3 a 0 no Maracanã. Foram 29 jogos no comando da Seleção, com 19 vitórias, seis empates e quatro derrotas. Na Copa do Mundo deste ano, foram sete jogos, com duas derrotas, três vitórias e dois empates.

felipao_jogo_get_95
Luiz Felipe Scolari não é mais técnico da seleção brasileira (Foto: Getty Images)

Após a derrota para a Holanda no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na coletiva de imprensa, Felipão entregou o cargo para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), como, segundo o próprio, já havia ficado acertado com a entidade. A CBF aceitou o pedido de Felipão e confirmou a demissão de Luiz Felipe Scolari, Carlos Alberto Parreira e de toda a comissão técnica que trabalhou na Copa do Mundo.

A CBF ainda não oficializa a queda do treinador, o que irá acontecer nesta segunda-feira. Assim, o Brasil parte em busca de um novo técnico para assumir o projeto que terá como ponto alto a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, passando pela Copa América do Chile, em 2015, e das Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial, que o país volta a disputar após ser sede do evento.

Substituto de Mano Menezes

Felipão substituiu Mano Menezes, aposta da CBF para começar o processo de reformulação da seleção brasileira. A derrota para o México na decisão da medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres 2012, porém, começou a minar o treinador, que acabou sucumbindo em novembro de 2012. Chamado por José Maria Marin, presidente da CBF, Luiz Felipe Scolari, campeão do mundo com o Brasil em 2002, aceitou, e no primeiro ano como treinador do país conquistou a Copa das Confederações, com campanha que colocou a Seleção novamente como uma das favoritas ao título mundial em casa.

A Copa do Mundo, porém, começou com um susto. Marcelo marcou contra na estreia, diante da Croácia, mas a Seleção virou para 3 a 1. Em seguida, o país empatou com o México em 0 a 0, com grande atuação do goleiro rival Ochoa. Fechando a primeira fase, o Brasil venceu Camarões por 4 a 1 e se classificou com o primeiro lugar do Grupo A. Nas oitavas de final, no Mineirão, o Brasil sofreu para bater o Chile, nos pênaltis, depois de levar pressão na prorrogação. Nas quartas de final, em atuação melhor, o time venceu a Colômbia por 2 a 1, mas perdeu Neymar com uma lesão na terceira vértebra lombar. Foi aí que Felipão recebeu seu mais duro golpe. A Seleção, novamente no Mineirão, foi goleada por 7 a 1 pela Alemanha, no que o técnico classificou como uma pane inexplicável. Em seguida, na disputa pelo terceiro lugar, no sábado, foi novamente derrotada, agora pela Holanda, por 3 a 0.

Por GloboEsporte

Moradores de Corumbau realizam torneio de futebol em homenagem a Casarsa‏


A comunidade de Corumbau realizou um torneio de futebol em homenagem ao Jornalista Internacional Carlo Casarsa,  ex-Secretário de Turismo, Esporte e Cultura e que atuava como Assessor de Comunicação da Prefeitura Municipal de Prado.

SAM_5813

O administrador de Corumbau, conhecido como Toquinho, destacou que o finado amigo era uma pessoa muito ativa naquilo que fazia, por isso, seu nome jamais será esquecido.  Também aproveitou para destacar o apoio da Prefeita Mayra Brito, em mais esta iniciativa dos pradenses.

SAM_5809

O torneio reuniu o Time As garotas da Ponta de Corumbau contra As garotas da Agrovila II e Veleiro. O Turismólo, Joklébio Coelho, representou a Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura do Prado, no evento.

SAM_5807

Carlo Casarsa faleceu em 29 de maio após sofrer infarto, ficando vários dias internado em um hospital em Salvador. Permaneceu vários dias internado num hospital em Salvador. Sua morte causou muita comoção entre os pradenses e noutros muitos amigos espalhados pelo mundo. Foi o seu amor ao esporte que inspirou os amigos de Corumbau a realizar o campeonato de futebol.

 Por Claydson Motta | Prado Notícia

Morre Osmar de Oliveira, comentarista da Band


Dr-Osmar
Dr. Osmar de Oliveira, aos 71 anos, morreu nesta sexta-feira (11)

Morreu nesta sexta-feira o comentarista da TV Band Osmar de Oliveira, aos 71 anos, após parada cardíaca. Ele estava internado no hospital AC Camargo, em São Paulo, onde se recuperava de uma cirurgia para a retirada de um tumor na próstata. Ele também tinha problema de pulmão. A morte foi confirmada pela família de Osmar de Oliveira. O comentarista sofreu complicações na área renal na tarde desta sexta-feira e precisou passar por um procedimento. Após forte hemorragia, houve nova complicação; médicos tentaram reanimá-lo, mas ele sofreu uma parada cardíaca por volta de 18h30 e morreu.

osmar-de-oliveira-1364693419655_300x420

O velório deverá ocorrer na Assembleia Legislativa de São Paulo, às 4 horas deste sábado. O sepultamento ocorrerá no Cemitério São Paulo, em Pinheiros, por volta das 17 horas.

Corintiano roxo, Osmar de Oliveira havia passado por por susto em julho de 2013, quando sofreu infarto. Na ocasião, ele foi submetido a cateterismo. Bem humorado, Osmar “culpou” o árbitro Carlos Amarilla pela internação do ano passado. Amarilla havia apitado jogo em que o Corinthians foi eliminado da Libertadores frente ao Boca Juniors. O juiz teve atuação polêmica.

Paralelamente à carreira como comentarista e narrador, Osmar também atuou como médico ortopedista. Osmar se formou em Jornalismo e Medicina. Ele dá nome ao Instituto Osmar de Oliveira, que fica em São Paulo, voltado ao atendimento em ortopedia, fisioterapia e medicina esportiva.

Osmar trabalhou no departamento médico do Corinthians, além de passagem pelo São Bento. Na TV, o comentarista trabalhou na Rede Globo no início dos anos 80. Ele também já trabalhou na equipe de esporte da Record e SBT. Na Band, ele exercia a função de comentarista desde 2007, em sua segunda passagem pela emissora paulista.

Por Uol Esporte

Alemães fazem doação de R$ 30 mil para índios Pataxó na Bahia


seleção alemã de futebol anunciou na manhã desta sexta-feira a doação de cerca de R$ 30 mil (10 mil euros) aos índios Pataxó de Coroa Vermelha, no litoral da Bahia. A Federação Alemã de Futebol postou a imagem de um cheque simbólico nominal à aldeia Pataxó em sua conta no Instagram.

indiopatoaxos
Índio pintado com as cores da Alemanha acompanha a entrevista coletiva da seleção alemã, que doou cerca de R$ 30 mil para a comunidade Pataxó

Os alemães chegaram na Vila Santo André, em Santa Cruz Cabrália (BA), no dia 8 de junho. No dia seguinte, receberam a visita dos índios Pataxó, no primeiro treino aberto da equipe em solo brasileiro.
Na ocasião, os índios dançaram, cantaram músicas tradicionais da etnia, enquanto os alemães, que permaneceram sentados, aplaudiram bastante.

capitao_alemao
Capitão alemão Philipp Lahm concede entrevista coletiva dois dias antes da final da Copa, contra a Argentina. O jogo será domingo, no Maracanã, às 16h

Naquela data foi feita uma celebração especial para o atacante Miroslav Klose, que completava 36 anos. Como presente dos indígenas ele ganhou um chocalho e um arco e flecha. O goleiro Manuel Neuer foi presenteado com um cocar. Ao fim do treino, houve uma sessão de fotos entre os índios e os atletas alemães.

oliver
Oliver Bierhoff, representante da seleção alemã recebe presente de índio Pataxó

Desde a chegada da delegação alemã na Bahia, foi criada uma relação próxima com a população local, atraindo a simpatia de todos. Nem mesmo os 7 a 1 aplicados no Brasil fizeram com que a situação se modificasse.

Por Ibahia

 

Divulgado o escândalo que todo mundo suspeitava na Copa do Mundo 2014


Talvez, isso explique a razão do jogador Thiago Silva ter declarado a seguinte frase:

‘”Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo de 2014, ficariam enojadas!”.
Todos os anti-nazistas ficaram chocados e tristes por assistir a maneira como o Brasil perdeu a Copa. Não deveriam.

205143_galeria_brasil_x_alemanha_pesadelo_no_mineirao.jpg

O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e a VEJA e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado:

O Brasil VENDEU a copa do mundo para a Fifa. Os jogadores titulares brasileiros foram avisados, às 08:00 do dia 4 de Julho (dia do jogo de quartas de final), em uma reunião envolvendo o Sr. José Maria Marin (na única vez que o presidente da CBF compareceu a uma preleção da seleção), o Técnico Luis Felipe Scolari, o Sr. Carlos Alberto Parreira, supervisor da seleção, e o Sr. Ronald Rhovald, representante da patrocinadora Nike. Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel.

g_brasil-alemanha_1429094
A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o hexa-campeonato mundial por um grande valor em dinheiro. A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$70.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de dólares) através da empresa Nike.

brasil_princ
Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa Nike nos próximos 4 anos terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como o Neymar, Rooney, da Inglaterra, Batistuta, Sneijder, da Holanda e Dempsey, dos Estados Unidos.

Mesmo assim, Neymar se recusou a jogar, o que obrigou o técnico Felipão a escalar o jogador Bernard, dizendo que Neymar estava com problemas simples nas costas (em primeira notícia divulgada às 15:30 no centro de imprensa) e, logo depois, às 16:15, alterando o prognóstico para quebra de vértebra).

A sua situação só foi resolvida após o representante da Nike ameaçar retirar seu patrocínio vitalício ao jogador, avaliado em mais de US$90.000.000,00 (noventa milhões de dólares) ao longo da sua carreira.

Assim, combinou-se que o Brasil seria derrotado durante a cobrança de pênaltis, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a Alemanha, que absolutamente não participou desta negociação, marcasse, em cinco falhas simples do time brasileiro, os primeiros gols.

brazil_x_alenmanha_derrota3

O Sr. Joseph Blatter, presidente da Fifa, cidadão franco-suíço, aplaudiu a colaboração da equipe brasileira, uma vez que o campeonato mundial trouxe equilíbrio à Alemanha num momento de crise jamais registrada naquele país, com crescente xenofobia e o reaparecimento do nazismo.

Garantiu, também, ao Sr. Ricardo Teixeira, através de seu tio, João Havelange, que o Brasil teria seu caminho facilitado para o hexa campeonato de 2018.

Passem esta mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda o futebol!

Desde, já agradeço, Um abraço.
Gunther Schweitzer
http://forum.esporte.uol.com.br/_t_3101907?cmpid=cfb-for-top