Câmara de Vereadores do Prado realiza “Sessão Relâmpago”; Moradores se revoltam.


Moradores que compareceram na Câmara Municipal de Prado, ficaram revoltados com a postura dos vereadores que realizaram uma “Sessão Relâmpago”. Após a leitura da ata, a sessão durou cerca de 2 minutos. Veja o vídeo:

Câmara de Vereadores do Prado realiza “Sessão Relâmpago”; Moradores se revoltam.

Câmara de Vereadores do Prado realiza “Sessão Relâmpago”; Moradores se revoltam.
Após a leitura da ata a sessão durou cerca de 2 min.

Publicado por Prado Notícia em Terça-feira, 15 de outubro de 2019

O presidente Diógenes Ferreira Loures, o “Jorginho do Guarani” (PSL) abriu os trabalhos dizendo que não havia nada a ser votado. Em seguida, deixou a palavra livre para quem quisesse usar a tribuna. Mas, como nenhum vereador quis falar, imediatamente a sessão foi encerrada.

“Falta de respeito com nós moradores que saímos de nossas casas e viemos para cá. É assim que eles falam que estão representando o povo? Pois a mim não representa é nada”, disse o Morador Marcos Antônio. 

“Tenho para mim que eles ficaram com medo de nós, pois estamos comparecendo nas sessões para ver o que de fato eles estão aprovando. Estão fugindo do povo e por isso fizeram essa sessão relâmpago, mas semana que vem estaremos aqui novamente”, Afirmou Professor Super Choque.

A Câmara de Prado realiza uma sessão por semana. Cada vereador recebe R$ 7.343,45 (11 vereadores totalizam R$ 80.777,95) ao mês. O dinheiro para o pagamento de todos os vereadores é arrecadado pela administração por meio da cobrança de tributos. Esse dinheiro vem de impostos e estes são centralizados na conta da prefeitura, o que o Executivo faz é repassar o valor para a Câmara Municipal.

Sim, isso quer dizer que quem paga os 11 vereadores e os funcionários da Câmara são os cidadãos Pradenses!