Acusado de tentar matar ex e amigo dela é preso


Eunápolis: Acusado de tentar matar a ex-namorada e um amigo dela há quase dois anos, no bairro Rosa Neto, em Eunápolis, o vendedor Vaurilho Esteves, 46, foi preso na sexta-feira (30), por agentes da Polícia Civil. Indiciado no inquérito que apura o atentado, ele já estava com mandado de prisão decretado pela justiça local. Desde então, passou a se esconder no município de Porto Seguro.

As investigações apontaram que, inconformado com término do relacionamento com Laércia Monteiro Rocha, 36 anos, Vaurilho passou a persegui-la, com diversas ameaças de morte.

“Na madrugada de 18 de junho de 2016, enquanto voltava de uma festa, em companhia do amigo Paulo César de Oliveira Santos, 35, a mulher foi surpreendida por Vaurilho, já perto de sua casa, na Rua Itabuna”, afirma o delegado Moisés Damasceno.

Laércia foi atingida na perna e no abdômen. Paula César foi baleado na cabeça. Os dois ficaram internados durante alguns dias e conseguiram sobreviver, mas ficaram as sequelas.

Vaurilho, que foi indiciado por feminicídio – modalidade de homicídio qualificado, quando o crime é praticado contra a mulher por razões de sexo feminino- pode pegar uma pena que varia entre 12 e 30 anos, caso seja condenado em júri popular. A reportagem não conseguiu ouvir a versão do acusado.

Fonte: Radar64